quinta-feira, 19 de agosto de 2010

Educar as Crianças de Hoje.

Como Educar as Crianças de Hoje?

O que devemos saber para não entrar em uma verdadeira guerra de poder, com essas crianças extremamente evoluídas, mas que com toda a inteligência fazem uso das manipulações de poder e acabam conseguindo tudo o que querem.
Elas precisam de limites, de diretrizes, canalizar positivamente toda essa energia e potencial, para seguirem sua vida e sua missão.

Toda flecha precisa de um arco bem direcionado e firme!

O velho paradigma da educação simplesmente não serve para as crianças de hoje, por isso não podemos usar os padrões em que fomos educados, para repetir com eles as mesmas teorias e padrões, isto percebemos na prática, não funciona!

O velho paradigma tinhas suas bases no Poder e Medo, hoje temos que usar:
Amor, Firmeza, Igualdade, Respeito, Verdade, Tranparência, Convencimento, Negociação e Humildade.

Amor e Firmeza.
Pode parecer fácil, pois amar um filho para os pais é algo natural, mas quando falamos de educação, acabamos sendo levados pelos nossos vícios de educação em que fomos criados e quando vemos já falamos, já gritamos...
A orientação tem que vir do coração,
a palavra tem que ter sentimento,
a emoção tem que ser boa e não agressiva.
Como??
Um aprender diário a falar com amor e escutar com o coração.
Quando esperneamos e gritamos é quando mais precisamos ser amados e abraçados, por isso veja o que seu pequeno está querendo lhe dizer através das travessuras, desobediências e agressividades.
Tente com serenidade perguntar o que ele está querendo, precisando ou sentindo?
Toda palavra deverá ser dita com firmeza e segurança, pois não adiantar falar e não transmitir com convicção aquilo que se está cobrando ou orientando.
Busque um diálogo com sentimento, pois essa acolhida irá transformar toda a energia que eles não estão conseguindo lidar...


Demonstre seu Amor...
Dê colinho
Segure suas mãozinhas
Faça uma massagem
Participe do banho da criança
Ouçam uma música juntos
Leiam um livro
Conte algo de quando você era criança
Lembrem-se de bons momentos juntos
E não esqueça de dizer o quanto o Ama!


Igualdade e Respeito.

Significa não se colocar como autoridade acima deles, pois eles acabam querendo nos enfrentar de frente numa luta de poder em que todos saem perdendo.
Abaixe à altura dos olhos da criança e fale com igualdade para ela e inclusive se ela esttiver certa, você tem concordar e se posicionar com firmeza, mas dizer que ela tem razão também.
Esse negócio de eu sou sua mãe ou pai e eu que mando, não leva à lugar algum...
Com Respeito mútuo, construirão bases fortes e sólidas. 

Verdade e Transparência.

 Para eles não existem meias verdades, eles sabem quando não estamos sendo verdadeiros, por isso a transparência está na frente de tudo.
Se tiver que orientar, educar, ou mesmo reprimir, tem que ser baseado em princípios éticos e fatos verdadeiros, porque senão você vai notar o olhar deles que não convenceu e pior, eles não sentirão  segurança nem confiança nas suas palavras.
Um finge que educa e outro finge que obedece...
Por isso, nada de mentirinhas, desculpas, diga o motivo, esclareça e quando tiver que dizer um não, fundamente com as consequências, os motivos enfim, sejam sempre VERDADEIROS.

Convencimento e Negociação.

Essa parte é um verdadeiro desafio e estejam prontos para negociar...
Isso mesmo, esses pequenos precisam de muita argumentação e convencimento para aceitar normas, regras e repreensões.
Não adianta querer resolver da forma mais simples, dizendo Não e Pronto!
Sim, precisamos barganhar, negociar e isso pode ser saudável se explicar sempre, que a vida é feita de escolhas, às vezes ganhamos outras vezes perdemos, mas nunca teremos tudo que queremos.
Nessas "brigas de poder", aproveitem para enfatizar o lado positivo e que se nada convencer, tire algo que eles julgam ter valor e automaticamente eles cederão.
Pois são fugazes e rápidos nesta absorção de aprendizado, é um ganha-ganha, onde ambos são recompensados com uma situação que almejam e chega-se ao equilíbrio

Por fim,  Humildade.

Temos que agradecer todos os dias pela oportunidade de sermos pais dessas crianças tão maravilhosas e especiais, temos que abrir os olhos e ouvidos para aprender tudo que eles tem para nos ensinar, pois não somos mais os donos da verdade, como foram nossos pais, somos aprendizes dessa nova vida, dessa nova época.
Com eles vamos aprender a respeitar a natureza e o próximo, a escutar com o coração,
a falar com os olhos a servir o próximo com retidão e entrega,
a não fazer diferenças entre as pessoas, a ter fé, religiosidade e espiritualidade ( independente de credos, religiões e filosofia que a família segue).
Não será mais possível viver sem Deus no coração perto desses Pequenos.

Aprenderemos a ser parceiross deles na evolução, pois por onde eles passam eles transformam, teremos que aprender a conviver com o novo e o diferente.

Veremos que eles são nossos espelhos e sempre vão refletir nossas angústias, medos, tristezas, por isso chegou a hora de se Amar, teremos que nos encontrar, nos respeitar, pois do contrário não haverá Harmonia, sim eles estão nos curando.

E temos que querer passar por esse processo de crescimento interior e evolução.

Fica aqui o nosso convite para as mamãe e papais, que olhem para dentro de si e descubram o que te faz mal, não te serve mais e vamos à luta para transformar ( rezar, fazer terapia, meditação, esporte, auto-conhecimento, homeopatia, florais, naturopatia, fitoterapia, massagens, cromoterapia, musicoterapia, risoterapia, etc, etc).

Vocês renascerão e seus filhos serão ainda mais felizes!!! 

Muito Amor, Equilíbrio, Serenidade e Paz para educá-los. beijos, Adriana.