quinta-feira, 30 de setembro de 2010

VITÓRIA da Isabella!

Aonde tem muita criança sempre tem muitas pérolas...














www.circuitinho.com.br

Sábado a Bella começou a seguir os passos do papai Paulo, participou de uma corrida no Jockey Club, Circuitinho 2010.As crianças corriam por faixa etária e em diversas baterias, claro que tenho que corujar, pois a Bella chegou em primeiro lugar na sua bateria :)

Quando ela passou a linha de chegada corri para abraçá-la, saímos andando e gritei para ela EHHH VITÓRIA, VITÓRIA, Você ganhou!!!
Uma menina que acabara de correr uma bateria antes da Bella se indignou e me disse:
NÃO FOI A VITÓRIA QUE GANHOU FUI EU!!! kkk

Dica: Inscrever os pequenos nesses eventos é um ótimo incentivo para praticar esportes!
Todos ganham medalhas, por isso o espírito de participação prevalece.

Anotem o próximo evento de corrida para crianças:

www.pakids.com.br 
13ª  Corrida Pão de Açucar Kids - As Inscrições já estão abertas. Nos vemos lá!!!

quarta-feira, 29 de setembro de 2010

Dudu vai ser um GATO, por Denise.

A Denise, mais conhecida como De, é umas das proprietárias da escola ARTE DE CRESCER, então imaginem quantas pérolas ela não tem para nos contar!
Ao saber do BLOG, já logo foi nos contando a seguinte história do Eduardo, 03 aninhos, o famoso DUDU.















"Denise disse para ele: Dudu você é lindo demais, quando crescer você vai ser um GATO!
Ele falou: Não De, eu vou ser um ELEFANTE...
Perguntou a De: Porque um elefante Dudu???
Dudu: Porque o elefante é GRANDÃO!!!"


Ele é lindo demais!!!
Dudu já imaginou você além de lindo ainda grandão, vai ser um Sucesso!!!
Quero agradecer a mamãe do Dudu, a Bia, por nos autorizar postar essa história tão fofa do seu pequeno.
beijos para vocês, Adri.

terça-feira, 28 de setembro de 2010

Uma grande ESTRELA, por Vicky.

Vitória, a Vicky, 12 anos é a nova estrela da campanha da ESTRELA.

Ela está maravilhosa na propaganda das bonecas
MOXIE GIRLZ
Sim ela é linda demais, mas ainda mais linda por dentro, pois é uma menina muito preocupada com a natureza e com a sabedoria da vida (isto mesmo com doze aninhos).









"Olhem o que ela falou para sua mamãe Natalina:
Mãe existe o bem e o mal.
O Mal é matar, roubar...
Mas e o pensamento negativo? Porque, Deus é positivo então o negativo é como o mal...
Ser negativo, pensar negativo é o mesmo que roubar e matar para as pessoas..."

Esta sim é uma GRANDE ESTRELA, aqui na Terra.
Vicky Parabéns por sua linda campanha na TV e especialmente por ter tanta luz e compartilhar isso conosco, volte sempre com seu brilho por aqui...
beijos para você, para mamãe Nata e para Mag.

sexta-feira, 24 de setembro de 2010

Divulgando, CLUBE DO BRINQUEDO!

Novidade!!!
















O Clube do Brinquedo é uma empresa criada para servir de alternativa a pais cansados da rotina de comprar e estocar brinquedos para seus filhos.

Brinquedos de qualidade custam caro e tem vida útil curta, diante do rápido desenvolvimento de nossas crianças, que necessitam de brinquedos adequados às suas sucessivas fases de desenvolvimento.


Como solução inovadora, oferecem pacotes de aluguel de brinquedos, proporcionando economia de tempo, dinheiro e espaço, diversão ilimitada e contribuição para a preservação do nosso planeta.








Agora já é possível presentear com planos do Clube do Brinquedo!


Chegou o "Vale Clube", um cupom que dá direito a locação gratuita de um determinado número de brinquedos. Qualquer pessoa pode comprar um Vale Clube e presentear uma criança com ele.

Adoramos e achamos uma excelente opção de presente!!!

Maiores informações acessem:
www.clubedobrinquedo.com.br


Coisas de Bailarina.

Essas bailarinas são lindas demais!!!

"Me diverti muito, quando uma amiga da Bella contou para mamãe dela:
Mamãe já sei abrir SPAGHETTI!!!"

Seria Espacate (movimento de abertura das pernas paralelas ao solo)??? kkkkk

quinta-feira, 23 de setembro de 2010

23 de setembro, Começa a PRIMAVERA e Coragem de SÃO MICAEL, por Fernanda.

Hoje começa a PRIMAVERA e junto com elas, as flores, as cores, os perfumes e vamos aproveitar para compartilhar um texto que a mamãe Fernanda nos deixou sobre SÃO MICAEL

Junto com a Primavera as Escolas Waldorfs festejam o Arcanjo Micael, com a Festa de São Micael, o Arcanjo que com força objetiva e inteligência cósmica, defende a humanidade por acreditar nela. Atualmente ele ajuda e inspira o homem que queira aprender a amar com consciência.



Nos dias de hoje a Festa de Micael esta praticamente esquecida e pouco comemorada. Na Idade Média ele era representado com uma espada na mão apontando em direção a um dragão, mostrando que não é necessário matar o mal, pois podemos mantê-lo controlado.


São Micael trabalha com o ferro da espada que é o ferro meteórico e que anualmente cai na Terra em forma de meteoritos (Estrelas Cadentes) nos meses de Agosto e Setembro, aproximadamente. No nosso sangue existe a substância ferro que nos garante força de atuação e coragem.

O conteúdo da Festa de São Micael é a Coragem. O homem deve se esforçar para ultrapassar seus limites e vencer seus medos, seus dragões; pois este é o único caminho para a liberdade.


A coragem é trabalhada na criança através de brincadeiras como pular corda, equilíbrio, pontes de corda e outras que requerem o exercício da força física e da própria coragem.

Podemos fortalecer a coragem das crianças através da espada (de madeira por exemplo) que representa a bravura, de contos de fadas que falem de príncipes corajosos e justos e também através de músicas ou versos pedindo à São Micael que nunca falte aos homens coragem para trilhar o caminho da liberdade e do amor, e para acreditar na humanidade.
A CORAGEM permite que o homem vivencie a PRIMAVERA no seu próprio ser.

TEMOS QUE ERRADICAR DA ALMA TODO MEDO E TERROR DO QUE O FUTURO POSSA TRAZER AO HOMEM.



TEMOS QUE ADQUIRIR SERENIDADE EM TODOS OS SENTIMENTOS E SENSAÇÕES A RESPEITO DO FUTURO.


TEMOS QUE OLHAR PARA FRENTE COM ABSOLUTA EQUANIMIDADE PARA COM TUDO QUE POSSA VIR.


E TEMOS QUE PENSAR SOMENTE QUE TUDO O QUE VIER NOS SERÁ DADO POR UMA DIREÇÃO MUNDIAL PLENA DE SABEDORIA.


ISSO É PARTE DO QUE TEMOS DE APRENDER NESTA ERA, A SABER: VIVER EM PURA CONFIANÇA. SEM QUALQUER SEGURANÇA NA EXISTÊNCIA; CONFIANÇA NA AJUDA SEMPRE PRESENTE DO MUNDO ESPIRITUAL.


EM VERDADE, NADA TERÁ VALOR SE A CORAGEM NOS FALTAR.

DISCIPLINEMOS NOSSA VONTADE E BUSQUEMOS O DESPERTAR INTERIOR TODAS AS MANHÃS E TODAS AS NOITES.


(Rudolf Steiner - Bremen, 27/11/1910).
 
Fe, nosso muito obrigada por compartilhar conosco esse texto sobre o Arcanjo Micael, desejamos à você, ao Pedroca, e à todos Muita Coragem e Flores em nossas vidas.
beijos Adri.
 

Mãe penteia meu cabelo, por Gu.


Frase do dia de Gustavo, 03 aninhos:

 "Nossa mãe, hoje eu acordei muito ISCABELUDO, penteia meu cabelo bem digavarzinho!"



Adoramos Gu, você é lindo até iscabeludo, descabelado!!!

quarta-feira, 22 de setembro de 2010

Massagem relaxante, por Bella.

















Costumo fazer na Isabella uma massagem após o banho e sempre falo que é para ela relaxar e se harmonizar para dormir tranquila...

Achei engraçado quando ela me pediu a massagem assim:
"Mamãe faz uma massagem AMACIANTE e relaxante em mim!"

Esses momentos com nossos filhos são únicos e memoráveis, pois eles estão sempre acalentando nossos coração com um amor puro e com a alegria da infância.
Que tal fazer uma massagem AMACIANTE no seu filho??? Ele vai amar, garanto :)

terça-feira, 21 de setembro de 2010

Dia da Árvore


21 DE SETEMBRO, DIA DA ÁRVORE

Vamos aproveitar o dia de hoje para plantar uma árvore com nossos filhos e mostrar para eles como isso transforma nosso Planeta e as nossas vidas.














E para divertir, um desenho para pintar!!!
BOM DIVERTIMENTO :)

segunda-feira, 20 de setembro de 2010

Coisas de Irmãos, por Mamãe Adriana.

A Mamãe Adriana e o Papai Juan, tem dois filhos lindos e queridos e hoje ela nos contou essa linda história dos irmãos, Laura, 06 aninhos e Gustavo, 03 aninhos ( o famoso "Gu").






"Hoje a Laura,  pegou escondido uma bolinha do irmão Gustavo que se chama Bacugam para levar pra escola.
Eu vi e disse que ela tinha que pedir emprestado ao irmão.
Laura respondeu que o irmão não ia emprestar porque ele gosta muito da bola e ela colocou na sua mochila mesmo assim.
Na porta do elevador ela contou pra ele.
Gustavo disse: Não empresto!
Mamãe Dri: Quando eu elogiei a atitude dela na frente dele, ele deu a bolinha imediatamente para ela e falou que ela podia levar, mas que tomasse  muitooo cuidado...
Olha que coisa linda, fiquei orgulhosa dos dois!"

É para ficar orgulhosa mesmo, pois educar os filhos e saber que são cúmplices e amigos é um SONHO para nós, mas sabemos que com os pais maravilhosos que eles tem com certeza eles serão grandes amigos e grandes pessoas. Parabéns pela linda família!!!

Dra. Eli, por Marcus Vinicius.

Marcus Vinicius, 05 aninhos é filho da Eli, uma Pedagoga Maravilhosa!!!
Ela nos contou essa história do pequeno:

"O Marcus estava com o dentinho quase caindo e eu ajudei a extrair o dente dele, quando ele maravilhado me falou:

Nossa Mamãe, nem doeu quando você tirou meu dente, agora você não precisa mais ser professora você é uma ótima dentista e pode até procurar emprego no consultório aqui da nossa rua....



Ele não é demais!!! Viu mamãe agora vamos te chamar de Dra Eli.
Parabéns pelo seu filho que além de lindo é muito esperto para sua idade!!!
beijos nesta linda família.

sexta-feira, 17 de setembro de 2010

Festival Internacional de Cinema Infantil.











Oitavo Festival Internacional de Cinema Infantil exibe 90 filmes por R$ 5,00, reúne filmes, entre animações, curtas e longas-metragens, em sessões nas salas Cinemark dos Shoppings Metrô Santa Cruz e Eldorado.
Até 19 de setembro, os pequenos cinéfilos têm uma intensa programação na mostra.
A classificação indicativa é livre, mas a maioria dos filmes é recomendada para maiores de quatro anos.


Além de películas como "Iep!", que ganhou o prêmio de melhor filme no Festival de Cinema Infantil de Montréal, o programa traz ainda encontros com dublagens ao vivo, como a do filme "Meu Amigo Storm", que faz sucesso entre os pequenos espectadores.

Entre os nacionais, destaque para a pré-estreia de "Eu e Meu Guarda-Chuva", de Toni Vanzolini, longa que acompanha as peripécias de um menino que tenta salvar sua amada coleguinha de escola de um fantasma.

Todos os filmes estrangeiros são dublados, exceto "Kiriku e a Feiticeira", que é legendado. Mais informações do evento no site: http://festivaldecinemainfantil.com.br/2010/

NÃO PERCAM ÚLTIMO FINAL DE SEMANA!!!


quarta-feira, 15 de setembro de 2010

Histórias da De, Novas Palavras.

A Denise, mais conhecida como De, ficou sabendo do nosso BLOG e disse que tem tantas histórias que daria um lindo livro, olha o que ela nos contou....














Criança de 7 anos pensando a escrita:

“ – Prô, como é o so?”
_ O que você quer escrever? Perguntou a professora.
“_ Quero escrever Asolimpíadas.”
Pode rir!!!!!"

Amamos e aproveito para dizer que sou sua fã!!!  
Quero parabenizar e agradecer pelo carinho da Denise que é uma grande Educadora e faz seu trabalho com o maior Amor do Mundo.
Minha filha é privilegiada por estudar na sua escola, Arte de Crescer, pois lá existe a Pedagogia com Amor, a alquimia perfeita para nossos filhos...
Beijos e esperamos mais Histórias da De aqui no BLOG.

A Tia Vivi é doce como morango, por Bella

Declaração de Amor de uma aluna apaixonada por sua professora...


"Bella disse: Mamãe a Vivi (professora) é docinha!!!
Eu disse que lindo você achar isso dela.
Ela explicou: É porque ela parece um Moranguinho, cheia de pintinhas"

Achei fofo a Bella comparar as sardinhas com um morango e ainda por cima morango é a fruta preferida dela.
Vivi ela Te Ama!!!!E concordo com a Bella, você é realmente um doce de pessoa :)

terça-feira, 14 de setembro de 2010

Dor no Tocovelo, por Vini.

A Titia Amanda nos contou essa pérola do seu sobrinho Vinicius, 06 aninhos.

"Depois de um belo tombo o Vinicius fala para sua Madrinha Amanda:
Ai... Ginda (leia-se Dinda) meu TOCOVELO (Leia-se cotovelo) dói tantooooo!!!
A Dinda caiu na risada..."

Vini espero que o seu dodói tenha melhorado!!!
beijos Adri.

Pedagogia para crianças hospitalizadas...Diário de uma visita especial, por Adriana.














Esse fim de semana, eu e três maravilhosas pedagogas, Fabiana ( "Tia Fabi"), Fernanda e Amanda,    fizemos uma visita especial na Casa de Apoio a Criança Carente com Câncer.

O propósito da visita dessas Pedagogas, foi para iniciar um trabalho sobre Pedagogia em Hospitais, ou melhor em crianças que estão com enfermidades, em tratamento e infelizmente LONGE DA ESCOLA.

Elas fizeram entrevistas com as mamães e com os pequenos e o momento mais lindo foi ver os olhinhos deles brilharem quando elas iniciaram uma atividade de contação de histórias e com toda técnica e Amor no coração que levaram para eles!!!

Essa situação adversa que esses pequenos se encontram é de muita tristeza e sofrimento, pois são crianças, muitas vezes pequenas demais para entender sobre a enfermidade e ainda sem uma rotina, aprendizado, atenção, o essencial à felicidade e vida de uma criança.

A grande maioria dessas crianças que visitamos são de outros Estados e estão em tratamento aqui em São Paulo, desta forma, estão bem longe de suas casas, amigos, parentes, aconchego do seu lar, LONGE DE SUAS VIDAS!!!!

Ali essas pedagogas perceberam como é importante este trabalho, pois visa resgatar o contato com a rotina escolar e mais ainda, aumentar auto estima, desevolver habilidades, ajudar nas dificuldades de aprendizado e ainda de quebra ajudar a promover mais saúde, porque criança feliz é criança SAUDÁVEL!

Este é o início de uma semente de Amor, plantada...

Elas são exemplos de que todos nós podemos doar um pouquinho do nosso Amor, assim a vida fica com mais significado e a dor da humanidade vai diminuindo e dando lugar para crescer A ESPERANÇA!!!

PARABÉNS PARA VOCÊS POR ESSE LINDO TRABALHO E DESEJAMOS QUE ELE FLORESÇA NO CORAÇÃO E VIDA DE MUITAS CRIANÇAS!!!

Nosso muito obrigada à ONG que nos acolheu com tanto carinho e acreditou nessa proposta.
Eu mais uma vez fui testemunha que o Amor cura todas as feridas da alma, obrigada à todos por essa experiência em minha vida.
beijos, Adri.

sexta-feira, 10 de setembro de 2010

Por uma educação mais espiritual.


Revista Bons Fluidos - 09/2010








O ensino religioso no Brasil está mudando. Novas propostas, que contemplam o estudo de várias doutrinas e valores humanos, como ética, respeito, fraternidade e tolerância, trazem uma perspectiva espiritual mais digna para futuras gerações de brasileiros.


Em vez de apresentar uma única linha espiritual, em algumas escolas, a aula de religião trata de várias delas, e sem nenhum tipo de privilégio. Líderes humanitários, como Gandhi, Madre Teresa de Calcutá ou Martin Luther King, representantes exemplares de suas respectivas religiões, são personagens dessa nova pedagogia. Ampla, aberta e desvinculada de uma única doutrina, essa abordagem foi adotada em algumas escolas particulares e públicas do Brasil. Mas ainda há muita resistência à mudança. "O assunto é polêmico porque desvincular religião de espiritualidade ainda fere alguns interesses.


A espiritualidade pode ser vivenciada em vários caminhos, já a religião se apresenta como alternativa única e exclusiva. Está mais do que na hora de adotarmos um modelo de ensino religioso mais abrangente", diz Dora Incontri, organizadora do I Congresso Internacional de Educação e Espiritualidade, que acontece de 4 a 6 de setembro em São Paulo. No evento, muitos autores especializados vindos de vários países vão discutir como implementar um modelo pedagógico de ensino religioso mais aberto e dinâmico nas escolas. "Abrir espaço para outras formas de viver a espiritualidade estimula a tolerância religiosa e incentiva o respeito e o sentido de fraternidade que deve prevalecer entre os seres humanos", diz Dora, que tem graduação e pós-graduação em pedagogia e é autora de vários livros didáticos especializados nesse assunto.
Em entrevista exclusiva para BONS FLUIDOS, a pedagoga fala de alguns aspectos dessa discussão, essencial para a formação de crianças e jovens brasileiros.


BF - Qual o panorama atual do ensino religioso no Brasil?
DI - A Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional prevê a inserção do ensino religioso na escola pública do Brasil como matéria optativa, mas cada estado adota uma legislação diferente a esse respeito. A melhor legislação, a meu ver, é a de São Paulo, pois não admite o ensino confessional dentro da escola pública, isto é, o padre, o pastor, o rabino ou o catequista não podem ensinar a sua religião como a única ou a melhor. Em geral, quem cuida do ensino religioso é o professor de história, de filosofia, de sociologia ou equivalente. Isso já sinaliza uma visão mais aberta. Porém, ainda assim, há conflitos. Se ensinar uma só religião é impositivo e dogmático, tratar as religiões apenas no seu aspecto histórico, antropológico, social ou filosófico também é limitante, pois essa abordagem pode incluir um olhar cético, distante e até desrespeitoso sobre as religiões.


BF - Qual é a saída, então?
DI - Nossa proposta combina mais com a perspectiva histórica, pois não pretende impor a doutrina de nenhuma religião particular, mas também não trata o tema de forma distante e racional. Nos meus livros e projetos, as várias religiões são apresentadas de maneira empática e cativante, sempre com respeito à fé de cada um.


BF - E como é aplicado o ensino religioso nas escolas brasileiras nos dias de hoje?
DI - A escola pública, em geral, não adota livros de ensino religioso, pois o governo não indica nem fornece esse tipo de material. Com exceção de São Paulo, onde é um professor, geralmente de história, que cuida dessa disciplina, no resto do Brasil candidatam-se à tarefa catequistas, pastores e padres, que lecionam como voluntários, já que, além de optativas, as aulas não são pagas.
Isso é ruim, pois torna o ensino religioso confessional, doutrinário e favorável a uma única crença, sem incluir outras linhas espirituais minoritárias. As escolas particulares mais fechadas, especialmente as religiosas, privilegiam uma religião ou excluem a apresentação de outras práticas espirituais. Mas também existem as mais abertas, sejam católicas ou não, que optam por um ensino plural, inter-religioso, em que se incluem os vários caminhos espirituais. A mudança está começando por essas escolas, particulares e abertas, nos grandes centros urbanos. Mas isso ainda é considerado muito pouco.


BF - Por que é tão importante acrescentar a dimensão espiritual no currículo escolar?
DI - O ser humano tem uma lado espiritual que precisa ser respeitado. Uma educação que não contemple essa dimensão é uma educação aleijada. Hoje, existem pesquisas científicas, realizadas por médicos, psicólogos ou psiquiatras, que afirmam que a espiritualidade tem um impacto extremamente positivo na saúde e na qualidade de vida. Outra razão para se introduzir essa matéria nas escolas é que 99% da humanidade adota algum tipo de prática espiritual. Uma escola que não considere esse fato não integra as características da sociedade, alicerce de uma boa educação. O ensino inter-religioso também mostra a tolerância e o respeito com relação a todos os caminhos espirituais. Mas, como existem traumas históricos relacionados à imposição religiosa, com seus dogmatismos e repressões, é preciso tomar cuidado para que esse resgate não favoreça um novo tipo de fanatismo.


BF - Nesse sentido, qual seria, então, o grande argumento contra o ensino inter-religioso?
DI - Seria o argumento de que esse ensino deve ser feito no âmbito da igreja, no templo ou na família. Nesse caso, porém, o ensinamento se limita à religião adotada pelos familiares, sem referência a outras formas de expressão da espiritualidade. Ora, uma pessoa pode muito bem não ser católica e se identificar com as palavras de São Francisco de Assis ou se inspirar no exemplo da Madre Teresa de Calcutá; pode não ser hindu e apreciar a política da não-violência de Ghandi. Eu e o professor Alessandro Cesar Bigheto, também pedagogo, somos coautores de livros em que usamos os modelos éticos dos grandes líderes espirituais. Enquanto isso, nas escolas tradicionais, conquistadores e estrategistas, como Napoleão Bonaparte ou Alexandre da Macedônia, são apresentados como referências de grandes seres humanos. O objetivo da nossa proposta é inserir na educação valores humanos, como ética, justiça, lealdade, fraternidade, respeito. No entanto, esses valores têm origem religiosa, e isso não se pode ocultar.


BF - O que é necessário para a escola mudar e adotar uma educação espiritual mais aberta?
DI - A mudança depende muito do apoio de um número maior de diretores de escolas, professores, estudantes de pedagogia, mães e pais, legisladores e profissionais da mídia. Daí a importância do I Congresso de Educação e Espiritualidade, que discutirá temas ligados ao futuro do ensino religioso, tanto no Brasil como no mundo. Nele, estarão reunidos professores universitários ligados ao assunto e grandes especialistas internacionais, que discutirão como e onde essa transição está acontecendo.

Muito bom saber que existem profissionais empenhados na evolução deste tema.
Com nossas crianças completamente voltadas para a espiritualidade e ávidas por conhecimento, esperamos que aqui na Terra as coisas avancem rumo à trazer luz e conhecimento aliados a pedagogia, para o melhor desevolvimento dos nossos pequenos na espiritualidade e religiosidade, vitais para o crescimento de todos. beijos Adri.
*******************************************************************
Fonte: http://planetasustentavel.abril.com.br/noticia/educacao/ensino-religioso-brasil-doutrinas-valores-humanosetica-respeito-fraternidade-tolerancia-594242.shtml

Encontadoras de Histórias, por Ana Paula Araujo.

Assim canta Ana Paula Araujo em seu BLOG, http://encontadoras.blogspot.com/

"Entrou por uma porta e saiu pela outra. Quem quiser, que conte outra!'

Como uma fada ela conta e encanta as crianças nas suas contações de histórias por onde passa!!!
Apresentações em livrarias, festas de aniversários, eventos, etc.

 
 
 
 
 
 
 
Aproveitem esse sábado para conhecer o trabalho maravilhoso das Encontadoras de Histórias.
Onde? Livraria Por Extenso.

Endereço: Av. Paes de barros, 2.712 - Mooca.
http://www.livrariaporextenso.com.br/
Quando? Data:11/09/2010 - Horário:10:30.


DIVIRTAM-SE!!! Bom final de semana à todos, beijos Adri.

Feng Shui no quarto do Bebê.

Por, Franco Guizzetti.
Colunista da Folha Online


A emoção deste momento é única na vida de uma mulher. Ela abre o envelope e o resultado é mágico: está grávida! Uma mistura de susto, euforia, espanto e alegria circula na mente e no coração. O pai fica atônito e preocupado, mas feliz.

Enfim, a gravidez se "espalha" para toda a família. As avós, principalmente, ficam extasiadas com a idéia da chegada de um bebê. Passada a euforia dos primeiros dias, todos começam a pensar e a sonhar como será a criança e sua vida.


•Será menina ou menino?
•Será que nascerão gêmeos?
•Que nome vamos dar?
•Será calma ou agitada?
•Parecida com o pai ou com a mãe?
•E na escola, como será?
•Qual carreira deve segui?

Mas o melhor mesmo é começar pela harmonização da energia do local onde a criança passará a parte inicial de sua vida: "o quarto do bebe".
É neste cômodo que a criança fará os primeiros contatos com o mundo exterior, o mundo fora da "barriga na mãe".
É no quarto que o bebê vai descansar, sonhar, ser alimentado, protegido, amado, estimulado e irá desenvolver seus sentidos, percepção, emoção e criatividade. Onde aprenderá a dar seus primeiros passos, palavras e conhecimento. O quarto do bebe é o seu santuário e por isso os pais devem deixar este cômodo com a energia equilibrada, para estimular a mente, o corpo e o espírito da criança durante seu crescimento.

Veja um roteiro com dicas e cuidados para estimular e harmonizar a energia do quarto das crianças pelo Feng Shui.


Cuidando da energia dos baixinhos

*O mundo é colorido


Cor é vibração, energia, estimulo e vida. Para estimular os sentidos da criança desde o nascimento, escolha bem as cores do quarto -da parede aos brinquedos. As cores tradicionais, como branco, azul e rosa, verde, areia e pêssego podem ser usadas em tons bem suaves ou pastéis. Mas nunca deixe o quarto do bebê monocromático. Uma cor só no ambiente não estimula a curiosidade da criança.


Defina uma cor para o quarto e coloque quadros, figuras, cortinas, móbiles e brinquedos de cores vivas -azul, verde, amarelo, laranja e lilás. Tome cuidado com o excesso de vermelho porque essa cor é muito estimulante. As cores fortes e quentes devem ser usadas com bom senso, apenas em detalhes na decoração, como no papel de parede, por exemplo.


*Movimento, brilho e som


Outra forma de estimular e aguçar a curiosidade e os sentidos das crianças é por meio dos movimentos, brilhos e sons. Podemos decorar o quarto com objetos como móbiles coloridos, sino dos ventos, bailarina dos ventos, biruta colorida e cata-vento.


*Berço de frente para porta


Evite que o berço da criança fique de frente para a porta do quarto. Como a energia "Chi" tem fluxo natural em todos os cômodos da casa, ao entrar no quarto pela porta ela irá energizar demais a cama da criança. Isso pode provocar excesso de energia, deixando a criança nervosa, irritada, inquieta e com dificuldade para dormir.


*Posição do quarto do bebê


Quando for escolher o quarto do bebê, evite aquele o cômodo que fica no final do corredor porque ele o corredor acelera a energia "Chi". Caso isso ocorra, coloque um espelho pequeno na porta do quarto e uma esfera facetada no lustre do corredor para quebrar a aceleração da energia "Chi".


*Nada de agitação


Muito cuidado com a agitação, movimento e falatório no quarto. Agitação é sinônimo de sono ruim e de criança chorona. Se o quarto da criança tiver duas portas de entrada, mantenha uma sempre fechada. Evite também que os irmãos mais velhos fiquem brincando no quarto do bebê, principalmente nos primeiros meses de vida. Esta é uma fase em que a criança precisa dormir.


*Cuidado com os banheiros


Já disse muitas vezes que o banheiro é considerado um ladrão de energia da casa. Como o bebê é muito sensível, evite que seu quarto tenha um banheiro como vizinho de parede ou que a porta do quarto fique de frente para a porta do banheiro. Isso evita que a criança perca energia, ficando desvitalizada. Quando o quarto do bebê é uma suíte, tome as seguintes medidas:


- mantenha a porta do banheiro sempre fechada
- nunca encoste o berço na parede do banheiro

*Evite dor de cabeça


Muito cuidado com as prateleiras e vigas expostas sobre o berço. Elas exercem pressão, podendo causar dores ou bloqueios.

*Quarto energizado


Outra forma de energizar o quarto do bebê é abrir todos os dias a janela para que o sol entre e ilumine o ambiente. Tome cuidado para que o sol não bata diretamente sobre o berço, para que ele não fique demasiadamente energizado.

Pendure prisma d'água do lado de fora da janela. Assim, toda vez que o sol bater no prisma, um arco-íris se forma e energiza o quarto. Não esqueça de manter o quarto limpo e organizado.

BONS FLUIDOS PARA O QUARTO DOS PEQUENOS!!! beijos Adri.

*************************************************************
Franco Guizzetti é consultor, especialista, professor de Feng Shui e Harmonização de Residências e Empresas. Escreve quinzenalmente na Folha Online.
Fonte: http://www1.folha.uol.com.br/folha/colunas/energiaebonsfluidos/ult602u25.shtml





quinta-feira, 9 de setembro de 2010

10 Maneiras de Evitar Manhas e Birras.




É normal perder a paciência quando a criança começa a gritar e chorar, mas veja algumas dicas para deixar esse momento menos dramático.
por Roberta Roque, filha de Jandira e José Roberto

Todos os pais sabem que quando o filho começa a gritar sem parar é necessário usar todos os artifícios para não perder a paciência. Resolver grito no grito não dá certo, ou seja, o desespero é o pior inimigo dos pais nessa hora.


Na maioria das vezes, a birra é a maneira que a criança encontra de chamar a atenção porque, em sua concepção, é melhor ganhar atenção, nem que seja na forma de broncas e castigos, do que simplesmente ser ignorada.


“A criança pequena, entre 2 e 4 anos, não consegue digerir a frustração e essa é a causa do mau comportamento”, explica a psicóloga Andreia Calçada. Se seu pequeno resolver ser malcriado bem no meio da rua, a solução é dizer que vocês vão voltar imediatamente para casa.


Dra. Andreia Calçada diz “Os pais precisam aprender a não enaltecer o negativo e pontuar o positivo”. Para evitar situações constrangedoras, o ideal é dar um alerta. Antes de sair de casa deixe claro que se houver birra acaba o passeio. Se tudo der certo, elogie a criança e mostre como foi bem melhor seu comportamento.


Quando seu filho partir para os gritos e chutes, o melhor a se fazer é deixar o pequeno sozinho e conversar sobre o assunto quando a calma voltar a reinar.

Confira 10 maneiras de fazer seu filho parar de gritar sem que você se estresse (tanto):

Respire


Inspire, expire, inspire, expire... Para você conseguir relaxar de fato, é essencial essa calma na hora de respirar. Quando você pedir para a criança guardar os brinquedos e ela começar a bagunçar ainda mais, tente não deixar o sangue subir. Michelle LaRowe, autora do livro A Mom’s Ultimate Book of Lists, afirma, “Se você passou o dia inteiro trabalhando e estressada, você leva esse stress todo ao seu filho. Antes de conversar, respire fundo e pense com calma no que você vai dizer”.

Aprenda a lidar com a situação

Quando você está ensinando alguma coisa nova para o seu filho, como andar de bicicleta, não há motivos para punições quando ele não conseguir na primeira tentativa. Você incentiva, apoia, educa e dá outras chances.


Rex Forehand, autor do livro Como educar crianças de temperamento forte, diz que a disciplina acontece da mesma forma. “Quando pensamos em educar nossos filhos, geralmente pensamos nas formas positivas, exceto quando o assunto é comportamento”. Dr. Forehand explica, “Por alguma razão, nós acreditamos que a punição seja nossa ferramenta de ensino”. Não precisa ser assim.


Quando a criança agride um colega durante uma brincadeira, é fácil reagir com gritos de “Não faça isso”. Em vez disso, Dr. Forehand sugere que os pais aproveitem a situação para abordar o assunto e ensinar seu filho que aquela atitude é errada.


Firmeza sem agressividade


A maneira mais eficaz de ensinar as crianças é aliar a firmeza com certa delicadeza, diz LaRowe. “Quando você fala calmamente, mas utilizando um tom firme, as crianças prestam atenção no que está sendo dito. Quando mais calma e suavidade você utilizar, mais impacto suas palavras terão”.


Não somente seu filho entenderá mais agilmente o que você está dizendo como você não perderá sua voz tentando transmitir isso.


Ajude seu filho a demonstrar sentimentos


Boa parte das crianças que se comportam mal agem dessa forma por não saberem se expressar de outra forma.

“Nosso objetivo como pais deve ser ensinar os filhos uma maneira eficaz de expressarem seus sentimentos, sem sair do ideal de bom comportamento”, diz LaRowe. Mostre para os seus filhos que explicar o que sente é melhor do que agir por impulsos.

Tenha regras claras


Antes de mais nada, os pais precisam ser firmes em relação às regras da casa. Se você pede para seu filho desligar a televisão em determinado horário e acaba permitindo sempre mais cinco, dez, quinze, vinte minutinhos, as crianças perceberão que é possível negociar.

Quando os pais utilizarem uma postura mais firme é claro que os filhos vão estranhar e usar sua tática preferida: a birra. É difícil lidar com berros e manhas, mas tudo isso é evitável. Tenha regras claras e, principalmente, obedeça.

Elogie o bom comportamento

Crianças adoram chamar a atenção de seus pais. Uma boa dica é ignorar quando estão fazendo manha e birras, pois vão perceber que não conseguem a atenção desejada.

Quando os pais elogiam um bom comportamento, as crianças também assimilam que daquela maneira conseguem chamar a atenção de maneira positiva.

Bom relacionamento entre pais e filhos

Quanto mais forte a ligação entre os pais e os pequenos, maior o sucesso na hora de educar as crianças. Na infância, seu filho estará mais perto de você do que nunca. Aproveite esse momento para reforçar o vínculo.

Isso não apenas fortalece a relação familiar, como aumenta o respeito que os filhos sentem pelos pais.Uma criança que tem uma relação mais intensa com os pais está mais propensa a aceitar as regras da casa.

Tente entender como seu filho se sente
“Nossa meta como pais deve ser ensinar os filhos de maneira construtiva. Quando gritamos com as crianças, corremos o risco de danificar a auto-estima dos pequenos”, diz LaRowe.




Pense como você se sentiria se seu chefe gritasse com você. LaRowe explica que muitas vezes não processamos bem o que um chefe disse por causa da maneira como foi dito. O mesmo vale para seu filho! Você deve ensinar sem deixar a criança constrangida.


Bons hábitos

Alguns pais subestimam o poder de uma dieta bem equilibrada e de uma boa rotina de sono sobre o comportamento dos filhos. Fome e cansaço são sinônimos de irritação, que por sua vez é sinônimo de birras.

Ninguém é perfeito

Não tem jeito, mesmo com todas as dicas, é normal acabar perdendo a paciência em algum momento.


Se você levantar sua voz com o pequeno, tente retomar a calma e explicar que você não quis gritar, mas que às vezes perde a paciência quando eles não obedecem.



Gostamos deste texto e compartilhamos, espero que gostem. beijos Adriana.
********************************************************************
CONSULTORIA: *ANDREIA CALÇADA, MÃE DE JOÃO PEDRO, PSICÓLOGA CLÍNICA. TEL.: (21) 2569.8552

* Fonte: Revista Pais e Filhos
http://www.revistapaisefilhos.com.br/comportamento-ate3/685/10-maneiras-de-evitar-manhas-e-birras

segunda-feira, 6 de setembro de 2010

Bom Hálito, por Leo.

Mamãe Edilaine estava tendo uma dessas conversas sobre educação com o Leo, 09 anos e nos contou a seguinte pérola:

"Disse para ele que devemos nos comportar bem na casa do amiguinho, ser educado, sempre ter bons hábitos...
Ele indignado disse: Mas mamãe minha boca é cheirosa...
KKK, Bons Hábitos e não Bom Hálito!!!"


Leozinho nos divertimos muito e sei que você é muito educado e cheiroso também, mas as dicas da mamãe e papai são sempre bem vindas!!!
Parabéns por ser esse menino  maravilhoso. beijos Tia Adri.

sexta-feira, 3 de setembro de 2010

Já sou uma mocinha, vou mandar uma carta para o prefeito.

Aproveitamos para lembrar que a Lei que obriga o uso de cadeiras para crianças em veículos já está em vigor e começarão a aplicar multas apartir do mês de Setembro, abaixo informações aos papais e mamães:

A lei estabelece que recém-nascidos com até um ano de idade sejam transportados no bebê-conforto.
De um a quatro anos, as crianças devem viajar em cadeirinhas.
Entre quatro e sete anos e meio, o ideal é que utilizem o booster-elevação de assento.
Crianças de sete anos e meio a dez anos devem viajar somente no banco traseiro usando o cinto de segurança

**********


Finalmente a mamãe Silvia encontrou o assento "booster"( que já está em falta no mercado) e nos contou a seguinte história da querida, Maria Luiza, 06 anos e meio:

"Comecei a usar hoje o assento e a Maria Luiza, contestou e disse que já é uma mocinha, não precisa mais disso e que vai mandar uma carta para o prefeito. Eu aguento?"

Maria Luiza, impressionante como você tão pequena e já tão cheia de opinião, PROTESTANDO!
Devemos sempre seguir as normas, mas porque não questionar algo que não se apropria para você, afinal de contas você tem quase sete anos, mas é alta que nem o papai e a mamãe, então está no seu direito de MOCINHA de CONTESTAR!!!!
Será que teremos uma grande Jurista ou Jornalista no futuro???
Uma coisa  nós temos certeza,, você será BRILHANTE!!!! beijos nesta linda família, Adri.

quinta-feira, 2 de setembro de 2010

Quem morre não volta mais? Por Ana Luiza.

Ana Luiza, 3 aninhos, perguntou para sua mamãe:




"Vovó, quando morre nao volta mais né ?...e mechendo a maozinha em cima da outra...
Mamãe indagou: Mas, Ana Luiza porque você está pensando nisso?

Ana Luiza: Ah...eu tava aqui pensando comigo
mesma..."
 
 
Ai que linda, desse tamanho e já pensando nos mistérios da vida e com essa naturalidade.
Maravilhoso Ana Luiza, você é muito esperta!!!

quarta-feira, 1 de setembro de 2010

Dar nomes aos bois, por Lorenzo.

O Tio Tutu nos contou mais uma pérola do lindo Lorenzo, 03 aninhos:


" Depois que ele brincou com seus brinquedos, a mamãe falou para ele: Vamos Lorenzo, vamos guardar seu carrinhos.
Lorenzo: Não mamãe, não é carrinho é Jipe...
Mamãe perguntou: Ué, mas Jipe nao é um carrinho???
Ele categoricamente respondeu:
Nãoooo!!! Carro é carro, Jipe é Jipe e Boi é Boi !!! hahahaha"

Lorenzo amamos, temos sim que dar nomes aos bois e concordamos com você, Jipe definitivamente é Jipe!!!
Você é demais pequeno! beijos Tia Adri.