quinta-feira, 25 de novembro de 2010

Nascemos de novo em outra casa? por Bella.

Olha a conversa sobre outras vidas que tive com minha filha Isabella, 03 aninhos:


Isabella afirma: Mamãe quando agente morre você disse que agente vai morar lá em cima (apontando o céu)...
Mas mamãe depois agente volta né???
Eu disse: Isso mesmo depois que vamos lá para cima, nascemos outra vez....
Bella: Mamãe agente nasce de novo e mora em outra casa???
Eu respondi catatônica: Isso filha em outra casa....
Mamãe quando eu voltar quero morar naquela casa verde...( uma mansão dessas de revista, com PISCINA, que tem próximo à nossa casa) kkkkkkkk. Dei muita risada....
Eu continuei a conversa dizendo: Filha você não precisa nascer de novo para morar lá, nós podemos nessa vida ganhar mais dindin e também morar numa casa maior e com a tão sonhada piscina! Por enquanto nós temos uma casa muito linda e hoje temos que ser feliz aqui!














Para aqueles que acreditam na Reencarnação se preparem, pois essas crianças já tem certeza de que ela existe e nos questionam com pouca idade.
A Isabella vai fazer 04 anos e ela quando me pergunta ou conversa, ela fala com tamanha convicção e certeza sobre temas de vida e morte que ficamos desconcertados às vezes para responder.

Essa conversa que tive com ela nos leva a refletir um assunto importante:

Primeiro estarmos prontos para responder, dentro da religião, filosofia ou doutrina que cada família segue, com fundamento e principalmente com naturalidade. Pois falar de morte para nós ocidentais é sempre polêmico e complicado e se tivermos sabedoria para dar um outro enfoque não tão negativo, acredito que eles sofrerão menos com essa experiência.

Outro ponto importante, para quem acredita na reencarnação é que devemos sim passar os ensinamentos sobre reencarnar mas tomar muito cuidado para falar, pois as crianças apesar de toda evolução que têm são crianças pequenas e se a morte for algo encantador, eles podem querer vivenciar, pois não tem maturidade ainda para diferenciar algumas coisas. Assim, eu que acredito na reencarnação acho que podemos falar com naturalidade sobre o assunto, mas dar enfoque mais a VIDA propriamente dita do que a passagem para o outro plano (morte) e esperar para quando eles forem maiorzinhos e tratar o assunto com toda informação necessária ao esclarecimento deles, da única certeza que temos, a MORTE ou o Renascer para outro plano.


Um grande beijo, Adri.