quinta-feira, 3 de março de 2011

Até uma barata merece viver, por Luana.

A Mamãe Gabi nos contou uma verdadeira lição que sua pequena Luana, 04 aninhos, ensinou:

"Gabi: Ontem apareceu uma barata em casa, corri com o chinelo e adivinha? Ploft!!!
Lu: Mãe você matou a coitada, por que fez isso?  A barata morde ou pica?
Gabi: Não...
e a Luana ficou mais triste ainda...
Então eu disse que a barata era suja, podia trazer doenças, que vivia no esgoto, etc, etc.
Lu: Mãe era só lavar a barata, eu empresto meu shampoo que não arde o olho para ela, posso colocar na caixinha para ela não se afogar e usar o vestido da Barbie como toalha...."


Impressionante quanto amor que essa criança tem no seu coração, como pode querer proteger um bichinho, uma BARATA ( que cá entre nós mulheres, é medonho, sujo, nojento...)?
Eu realmente me emociono com essas histórias, pois temos que na verdade reaprender a amar com eles.
Lu, eu não tenho palavras diante da sua grandeza de alma e fico feliz que minha querida amiga Gabi( dos tempos de Maresias ) tenho sido abençoada com uma filha tão maravilhosa!
Obrigada por compartilhar essa história de aquecer o coração com a gente, um beijo nas 2, Adri.