sexta-feira, 29 de julho de 2011

Passeio com a Vovó, por Bella.

Férias e passeio com a Vovó combinam! ´
Hoje minha mãe levou a Isabella (04 aninhos) para passear e já me contou uma Pérola de Férias:
 
"Falei para a Bella que íamos no Shopping e ela já começou a pedir:
Compra isso, aquilo, etc... ( acho que ela puxou a mamãe...).
Então eu disse para ela: Olha a vovó está com pouco dinheiro, hoje nós vamos no brinquedo e tomar sorvete.
A Bella imediatamente respondeu: 
Ah Vovó, passa no caixa eletrônico que lá tem bastante $$$!"

Volta às Aulas com Lancheira Saudável, por Fabiana Borrego.

Lancheira saudável


Semana de Volta às Aulas sempre surge à dúvida do que colocar na lancheira dos pequenos e dos grandinhos também.

O lanche típico das escolas brasileiras tem excesso de calorias e escassez de nutrientes, mas é possível montar lanchinhos saudáveis sem estourar nas calorias e aumentar o valor nutritivo.
Os lanches escolares não devem passar 400 calorias.

O cuidado com o armazenamento também é fundamental, coloque sempre em vasilhas plásticas, as bebidas em garrafas térmicas e a lancheira dê preferência as que também têm propriedade térmica, monte o lanche sempre próximo ao horário da aula.

Seguem algumas sugestões de lanchinhos:

Sugestão 1

• Bisnaguinha com cream chesse

• Suco de soja

• Fruta

Sugestão 2

• Pão integral com queijo branco

• Iogurte de beber

• Frutas passas

Sugestão 3

• Cookies integrais

• Suco de fruta

• 2 cubinhos de chocolate meio amargo

Sugestão 4

• Bolo caseiro (cenoura, milho, fubá, abobrinha, banana, etc)

• Suco de caixinha

• Fruta

Sugestão 5

• Torta salgada (atum, tomate, ervilha, etc)

• Suco de soja

• Fruta

Sugestão 6

• Palitinhos de pão

• Água

• Frutas passas

Sugestão 7

• Cereais

• Suco de caixinha

• Fruta

Sugestão 8

• Pão de queijo

• Suco de soja

• Mini cenourinhas

Sugestão 9

• Leite fermentado

• Bisnaguinha com peito de peru

• Barra de cereal


Sugestão 10

• Iogurte de comer

• Mini bolinho integral de frutas

• Fruta


 
BOA VOLTA ÀS AULAS PARA AS ESTRELINHAS!
Beijos Vitaminados, Adri e Fabi.






Quanta Aveia, por Murilo

O Papai Marcelo nos contou a Pérola do seu Murilo, 05 aninhos:


"Murilo estava sem camiseta na frente do espelho e disse:

Papai, veja só quanta aveia (veia) eu tenho no peito."







Adorei!!! Beijos para Mamãe, Papai e Murilo.

RESULTADO DO SORTEIO DO VESTIDO DA LEVANA!

Hoje é o GRANDE DIA de descobrirmos quem é  a VENCEDORA do Sorteio Levaná!!!
Quero agradecer à todas as participantes, que fizeram desse sorteio um Sucesso e com nosso agradecimento especial à Tamy pela parceria, fiquei maravilhada com os modelos e confesso que foi difícil escolher um só!

Imagino que estão todas ansiosas pelo resultado, então vamos lá:

Cada participante recebeu um número de acordo com a ordem dos comentários que deixaram no Post do Sorteio, do dia 18/07/11 - http://criancasdasestrelas.blogspot.com/2011/07/nova-parceira-boutique-levana-evento-e.html

Seguem os números para conferência, sendo que algumas mamães deixaram só seu carinho sem efetivar sua participação, desta forma esses  números não estão inclusos no Sorteio:
1- Debora Maia 
2- Kelly Dutra
3- Rô (Rogth)
4- Silvia Navarro
5- Mariana Machado de Sá
6- Barbara Prata 
7 – Ellen Perussi Mauricio
8 – Julliana Cris
9 – Angi Simon
10- Alessandra Valerio
11- Silmara Sima
12- Débora Nunes
13- Natalia Piassentini
14 - Juliana Puerta
15- Bianca Sciammarella
16- Alda Borges

Usamos o site Sorteador para chegarmos ao resultado.
 Agora confirmem na lista acima qual seu número correspondente para então descobrir se você foi A VENCEDORA DO SORTEIO :




 
Parabéns Mamãe!!!!!
Por favor, entrar em contato até o dia 05/08/11 através do e-mail criancasdasestrelas@hotmail.com, nos informando seu endereço para envio, deixem também um telefone de contato. Após essa data faremos algumas tentativas de contato, caso não respodam realizaremos um novo sorteio.


UM GRANDE BEIJO EM TODAS
 E
AGUARDEM, QUE NA PRÓXIMA SEMANA TEREMOS OUTRO SORTEIO!
EQUIPE CRIANÇAS DAS ESTRELAS.







quinta-feira, 28 de julho de 2011

Precisando de uma régua, por Anninha.

A Mamãe Alessandra nos contou essa pérola, da sua Anna Laura, 02 aninhos:







"Anninha ela estava pulando na cama e quando eu cheguei no quarto com cara de brava ela parou de pular, passou a mão na testa toda suada, virou-se para mim e disse:
Tô cansada estou precisando de uma régua (trégua)!"

MUITO BOA ANNINHA!!! PULA MESMO, Que delícia pular na cama até cansar! beijos nas 2.

Quero meu cabelo igualzinho ao da Branca de Neve, por Gabi.

A Mamãe Juliana contou essa Pérola da sua princesinha Gabi, 02 aninhos e 08 meses :

"Outro dia estávamos no cabeleireiro eu e a Gabi, 02 aninhos e 8 meses, então ela pediu para cabeleireira cortar o cabelo dela igual da branca de neve...

Assim a moça fez...

Quando a cabeleireira foi mostrar para ela como tinha ficado, ela fala:

Ficou bom, mas agora pode pintar de preto porque o da Branca de Neve é preto!!!"


Pérola de Dinda, da Nina

A Maria Celina é dessas Madrinhas, apaixonada pela sua afilhada e nos contou essa Pérola da sua pequena Marina, 05 aninhos (a famosa Nina):

"Nina: Dinda leva a gente pra comer espadinhas (empadinhas)? 

A Dinda se acabou de rir e claro que levou ela comer as deliciosas espadinhas!"






Ce, Amamos e não posso deixar de dizer aqui que a Dinda é uma grande e querida Amiga, beijos nas Duas.

quarta-feira, 27 de julho de 2011

Pérola de Bebê, por Théo.

A Mamãe Vanice é também uma Mamãe Blogueira e nos contou essa divertida Pérola do seu pequeno Théo, 01 aninho e 6 meses


















"Théo falou: Melda (Merd...), culpa minha....
Eu briguei com ele e ele não se contentou e disse: Golga (Droga), fazendo bico e repetiu, Melga."


A Mamãe do Blog Também Quero, morreu de rir do seu pequeno e nós também!!!
Obrigada por aparecer por aqui e estamos sempre acompanhando seu BLOG, beijos e Sucesso, Adri.

FELIZ DIA DO PEDIATRA!


HOJE É DIA DO PEDIATRA
A PEDIATRIA é um Sacerdócio, como toda a Medicina, mas na minha opinião, a pediatria tem um lado todo especial, pois os Pediatras além de serem Médicos precisam falar a língua dos Anjos, pois só mesmos pessoas especiais para interpretar a linguagem dos Bebês, as inseguranças e dores das Crianças, as Dúvidas e Pânicos das Mamães e Papais de primeira viagem!

Precisa sim, ser APAIXONADO pelo que faz, mas acredito que também é a das mais recompensantes profissões, pois ganhar um sorriso verdadeiro de Criança,
NÃO TEM PREÇO!

NOSSO AGRADECIMENTO ESPECIAL PARA TODOS OS PEDIATRAS, em especial para Dra Renata ( Homeopata da minha filha) e toda Equipe do Hospital Infantil Sabará, que sempre nos acolhe nos momentos mais delicados!

E DESEJAMOS QUE VOCÊS CONTINUEM A FALAR A LÍNGUA DOS ANJOS E A CURAR NOSSAS PEQUENAS ESTRELINHAS,
Mamãe Adriana.


A praticidade de ser homem, por Sophie.

A Mamãe Thays compartilhou a PÉROLA (com letra maiúscula) da sua pequena Sophie, 04 aninhos:

"Sophie em seu momento de observação sobre o mundo, solta um sonoro:

Pipi de homem é mais prático, né pai?! "







Agora me fala, se essa geração não está cem anos luz à nossa frente?
Eu levei mais de trinta anos para descobrir que vida de homem é bem mais prática e simples e a linda Sophie com 04 anos já viu tudo!!! 
Amamos e nos divertimos também, obrigada e beijinhos paras 2. 

Entrevista Brilhante com Içami Tiba, Nós Educamos os filhos para que eles usem drogas.


Em entrevista, o psiquiatra Içami Tiba redefine os papéis de pais e de educadores e alerta para os perigos da “cultura do prazer”



Por, Camila de Lira - IG São Paulo.
 
Com 43 anos de experiência em consultório, Içami alerta os pais para os perigos da cultura do prazer. “Nós educamos os filhos para que eles usem drogas”, comenta, avaliando a atitude de pais que oferecem tudo sem exigir responsabilidade em troca. Para ele, a família é a principal responsável pela formação dos valores e não deve jogar esse papel para a escola. Mas as escolas, por terem um programa educacional organizado, podem guiar os pais.
Leia a entrevista com o autor:






iG: Qual a responsabilidade dos pais e qual a dos educadores na educação das crianças?


Içami Tiba: A família continua sendo a principal responsável pela educação de valores, mas é importante que haja uma parceria na educação pedagógica. As crianças viraram batatas quentes: os pais as jogam na mão dos professores, os professores devolvem. Pais precisam ser parceiros dos professores. Quem tem que liderar a parceria, no começo, é a escola, pois tem um programa mais organizado. Com a parceria, ambos ficam fortes. Os pais ficam mais fortes quando orientados pela escola.

iG: O que é mais importante na educação de uma criança?


Içami Tiba: É exigir que ela faça o que é necessário. Os pais dão tudo e depois castigam os filhos porque estes fazem coisas erradas. Mas não é culpa dos filhos. Afinal, eles não querem estudar porque estudar é uma coisa chata, mas alguma vez ele fez algo que é chato em casa? No final, a criança estica na escola aquilo que aprendeu em casa. A educação é um projeto de formar uma pessoa com independência financeira, autonomia comportamental e responsabilidade social.

iG: Como os pais podem educar bem seus filhos? Qual o segredo?


Içami Tiba: Um pai de verdade é aquele que aplica em casa a cidadania familiar. Ou seja, ninguém em casa pode fazer aquilo que não se pode fazer na sociedade. Os pais devem começar a fazer em casa o que se faz fora dela. E, para aprender, as crianças precisam fazer, não adianta só ouvir. Elas estão cansadas de ouvir. Muitas vezes nem prestam atenção na hora da bronca, não há educação nesse momento. É preciso impor a obrigação de que o filho faça, isso cria a noção de que ele tem que participar da vida comunitária chamada família.


No livro, o senhor comenta que uma das frases mais prejudiciais para se falar para um adolescente é o “faça o que te dá prazer”. Por quê?


Içami Tiba: O problema é que essa frase passa apenas o critério de prazer e não o de responsabilidade. Nós queremos que nossos filhos tenham prazer sem responsabilidade. Por isso eles são irresponsáveis na busca deste prazer. E o que é uma droga, senão uma maneira fácil de se ganhar prazer? A pessoa não precisa fazer nada, apenas ingeri-la. Nós educamos os filhos para que eles usem drogas. Se ele tiver que preservar a saúde dele, pensa duas vezes.

iG: Por que você acha que alguns pais não ensinam os filhos a ter responsabilidade?



Içami Tiba: Não ensinam porque não aprenderam. Estes pais querem ser amigos dos filhos e isso não faz sentido. Provedor não é amigo.

iG: Por que o pai não pode ser só amigo ou só provedor?


Içami Tiba: Não pode ser amigo porque pai não é uma função que se escolhe, e amigos você pode escolher. O filho é filho do pai e tem que honrar os compromissos estabelecidos com ele. Um filho não pode trocar de pai assim como troca de amigo, por exemplo. Por outro lado, o pai que é unicamente provedor, como eram os de antigamente, também não dá uma educação saudável ao filho, afinal ele apenas dá e não cobra. Pai não pode dar tudo e não controlar a vida do filho. Quando digo controle, quero dizer que o pai deve fazer com que o filho corresponda às expectativas, que o filho faça o que precisa ser feito. Um filho não pode deixar de escovar os dentes ou de estudar e o pai não pode deixar isso passar.

iG: Como a meritocracia pode ajudar na criação?


Içami Tiba: O mundo é meritocrata, os pais se esqueceram disso. Ganha-se destaque por alguma coisa que a pessoa fez; se não mereceu, logo o destaque se perde. Dar a mesma coisa para o filho que acertou e para o que errou não é bom para nenhum dos dois. É preciso ser justo. Os pais precisam aprender a educar, não dá para continuar achando que apenas porque são bonzinhos vão ser bons pais. Não adianta muito um cirurgião apenas amar seu paciente; para fazer uma boa cirurgia é preciso ter técnica. É a mesma coisa com os pais.

iG: Amor e educação combinam com disciplina?


Içami Tiba: Disciplina é a coisa que mais combina com a educação. É uma competência que você desenvolve para atingir o objetivo que quer. Se você ama alguém, tem que ter disciplina. Os pais precisam fazer com que os filhos entendam que eles têm que cumprir sua parte para usufruir o amor. Os pais precisam exigir.

iG: Como exigir sem agressividade?

Içami Tiba: O exigir é muito mais acompanhar os limites, aquilo que o filho é capaz de fazer. Não dá para exigir que ele vá pendurar roupas no armário se ele não pode arrumar uma gaveta. Por outro lado, os pais não podem fazer pelos filhos o que eles são capazes de fazer sozinhos. A partir daí, quando se cria uma segurança, a exigência começa a fazer parte da convivência. Essa exigência é boa. O pai não pode sustentar e não receber um retorno. É como se ele comprasse uma mercadoria e não a recebesse

iG: No livro, o senhor diz que todos somos educadores. Como podemos nos portar para educar direito as outras pessoas?



Içami Tiba: Você quer educar? Seja educado. E ser educado não é falar “licença” e “obrigado”.
Ser educado é ser ético, progressivo, competente e feliz.


Eu adoro os livros do Içami Tiba e vai a DICA do novo LIVRO:

Pais e Educadores de Alta Performance, Ed. Integrare.
Sinopse
Trata-se de um livro totalmente inédito, contemporâneo, que traça um perfil da educação brasileira e propõe condutas - com base em novas teorias apresentadas pelo autor - que efetivamente contribuem para a educação de Alta Performance do jovem brasileiro. Este novo projeto do Dr. Tiba vai ao encontro da latente necessidade de pais e educadores do país por uma conduta orquestrada que beneficie a educação de crianças e jovens. Em contraponto com as soluções radicais e experimentais existentes no mercado, Içami Tiba reforça a importância de uma educação humana, porém baseada em sistemas de disciplina e meritocracia, dentro e fora de casa. Este livro nasceu com uma aura vitoriosa, possui um planejamento de marketing e assessoria de imprensa intensos, o que deve contribuir para sua objetivada ascensão às listas de mais vendidos do país em seu setor.


BOA REFLEXÃO SOBRE ESTA BRILHANTE ENTREVISTA E BOA LEITURA! beijos Adri


Fonte:
http://delas.ig.com.br/filhos/educacao/nos+educamos+os+filhos+para+que+eles+usem+drogas/n1597078796088.html



terça-feira, 26 de julho de 2011

Feliz Dia da Avó, Mãe com Açúcar.

Ah o que seriam de nós Mães, sem as Avós?

Avó é sinônimo de Mãe com Açúcar é um dos Amores mais doces que conhecemos.

Amor de Avó, tem gostinho de Bolinho de Chuva, de Bolo Formigueiro, de Maria-Mole, de Biscoito, de Pavê, de Rocambole, de Bolachas Amanteigadas, de Gelatina Colorida, de Bolo de Banana, de Cupcake, de Bolo de Aniversário, de Goiabada, de Pirulito, de Pudim de Leite Condensado, de Arroz Doce, de Bala e de Beijo Melado!

Esse Imenso Amor que ajuda a construir as bases das nossas famílias e que perdurarão pela eternidade!

UM LINDO DIA PARA TODAS AS VOVÓS E SINTAM-SE ABRAÇADAS PELOS SEUS FILHOS E NETINHOS!

A minha homenagem hoje vai especialmente para minha Mãe, que me apoia todos os dias com minha filha e mais do que isso, dedica à ela o mesmo Amor que dedicou à mim
É uma Linda História de Amor que se repete!
Um beijo bem doce para a VOVÓ MARIA, SONIA E AMÉLIA.

Amor de Neto, por Guga.

"Guga, 03 aninhos fala para seu Vovô:
Vô, amo você MAIS do que os meus bonecos"



Existe maior prova de Amor do que essa?
 Por isso sou fascinada por Crianças, beijos para você Guga!


Regador no céu, por Ana Clara.

A Mamãe Juliana contou essa Pérola de Férias da sua Ana Clara, 05 aninhos:











"Ana Clara e eu estávamos indo para o quarto do hotel na Bahia e começou a chover´, então ela fala: Mãe, quando o papai for para o quarto vai estar chovendo?
Eu respondi: Acho que não...
Ela solta: Tomara, né? Porque do jeito que ele reclama com você, vai dizer que você colocou um regador no céu para molhar ele!!!"

Clarinha você é muito engraçada!!! beijos nos 3. Adri.

sexta-feira, 22 de julho de 2011

Menina Bilíngue, por Carol.

A Mamãe Carina nos contou a pérola em Inglês da sua pequena Caroline, 04 aninhos:



















"Eu pedi para a Carol fazer um favor para mim e ela vira e me fala: NORAI...
Eu dei muita risada, falei, agora você é bebê que fala errado, eu nunca ouvi essa palavra norai, tá falando em Japonês???
Ela responde: Nada de Japonês, aprendi na aula de Inglês com a Teacher Lú, que quando eu não quero fazer uma coisa devo falar NORAI!
Eu pensei, pensei, e respondi: Será que não seria, NOT I?!?
Carol: É isso mãe....você parece que não entende.......eu não vou fazer.....NORAIIIIIIII"

Agora não tem mais essa de Nãnãninã...Não, essas Meninas são Bilígues até para desobedecer, kkk.
Amamos Ca, beijos nas duas!!!

quinta-feira, 21 de julho de 2011

A Blogosfera Materna cresce cada dia mais, Minha mãe que disse....

A Blogosfera Materna é um universo fascinante, cheio de mamães que compartilham seus sentimentos, anseios, dúvidas, idéias, post´s e tudo que temos de melhor nossos Filhos!!!

Esse Blog que está em Lançamento é nosso mais novo amigo e reune centenas de
Mamães Blogueiras:


E
"Claro que eu estou participando do sorteio de lançamento do Minha Mãe que Disse!"

Sejam Bem-Vindas Mamães e aproveitem para nos seguir!

Desejamos muito Sucesso e que esse Universo aumente cada vez mais!
beijos, da Equipe Crianças das Estrelas.



quarta-feira, 20 de julho de 2011

Sou canhota, por Mai e Divulgação da Joanninha uma Loja Incrível de Brinquedos.

A Mamãe Alessandra nos contou a peróla da sua, Mariana (mais conhecida como Mai), 04 aninhos:
"Ela chegou contando que a amiga dela, Sofia, era flamenguista, então eu perguntei:
E você filha, o que você é?
Mai respondeu: Eu mamãe? Eu sou Canhota!!!"

Vamos aproveitar a Pérola da Mai e divulgar a Maravilhosa Loja da Mamãe Alessandra:


JOANNINHA,
Um brincar saudável

"Joanninha nasceu de um dos principais valores que carregamos em nossas famílias:
A importância que damos para o brincar na vida das pessoas.

A gente acredita que a qualidade, variedade e quantidade de brincadeiras durante a infância estão fortemente ligadas ao desenvolvimento físico, psíquico, intelectual e emocional de todas as crianças.

No entanto, o brincar de hoje é muito consumista e não é raro vermos crianças se desinteressarem por brinquedos que ganharam há pouco tempo e já estarem interessadas em novos brinquedos.

Para a Joanninha o que importa não é ter o brinquedo, mas um brincar mais puro que incentive o momento da brincadeira, despertando nas crianças, amigos, pais e familiares valores como companheirismo e cidadania.

Nós da Joanninha defendemos um brincar sustentável e alugamos brinquedos para brincar em casa, no cotidiano.

Um brincar sustentável que desenvolve as habilidades infantis e, ao mesmo tempo, incentiva o reuso e o consumo compartilhado de brinquedos.

Para nós o que importa não é ter o brinquedo, mas sim a brincadeira que ele proporciona."

Visitem e Divirtam-se por lá: www.joanninha.com.br

beijos, Adri.

Obrigada por sua Amizade!


"Pode ser que um dia deixemos de nos falar...
Mas, enquanto houver amizade,
Faremos as pazes de novo.

Pode ser que um dia o tempo passe...
Mas, se a amizade permanecer,
Um de outro se há-de lembrar.

Pode ser que um dia nos afastemos...
Mas, se formos amigos de verdade,
A amizade nos reaproximará.

Pode ser que um dia não mais existamos...
Mas, se ainda sobrar amizade,
Nasceremos de novo, um para o outro.

Pode ser que um dia tudo acabe...
Mas, com a amizade construiremos tudo novamente,
Cada vez de forma diferente.

Sendo único e inesquecível cada momento
Que juntos viveremos e nos lembraremos para sempre.

Há duas formas para viver a sua vida:
Uma é acreditar que não existe milagre.
A outra é acreditar que todas as coisas são um milagre."
Albert Einstein


Nada seríamos sem nossos Amigos...
Por isso, aqui no BLOG, Dia do Amigo é dia de agradecimentos:
Obrigada seguidores, amigos reais, virtuais, parceiros,
simplesmente VERDADEIROS AMIGOS!
FELIZ DIA DO AMIGO e SINTAM-SE ABRAÇADOS POR NÓS!!!
beijos Adri & Isabella


segunda-feira, 18 de julho de 2011

Nova Parceira Boutique Levaná, EVENTO e SORTEIO.


Para brindar essa Parceira, nosso Blog com a Boutique Levaná, está sorteando um
Maravilhoso Vestido para as Meninas.

A Loja Levaná tem a nossa cara, Levaná significa Lua e tem o mesmo brilho que as nossas "Estrelinhas".

Tamy Wainchelboim seleciona as roupas com muito bom gosto e qualidade.
Moda Feminina Adulto e Infanto-Juvenil importadas de Nova York.

As meninas vão arrasar com o modelito.


COMO:

Para participarem do Sorteio, basta ser seguidor no BLOG, no Twitter @blogstarchild (follow) e em nossa Fan Page @Crianças das Estrelas (curtir).
( para seguir o BLOG, façam seu cadastro no http://www.criancasdasestrelas.blogspot.com/, no link seguir e é preciso cadastrar uma conta de usuário).

Após o cadastro, fazer um comentário neste post, com nome, tamanho de roupa da criança, e-mail e blog (se tiver).


QUANDO:

A data do sorteio será dia 29/07/11, não percam!

CONVITE DO EVENTO

Quinta-feira, dia 21/07/11 apartir das 18hs, venham conhecer a Levaná:

Rua Oscar Freire, 677 - 1° andar

Jardins

Estarei lá com a Tamy para recebê-los.

beijos, Adri.


Obs: Iremos sortear um vestido  a ser selecionado de acordo com a disponibilidade de estoque da loja ( e tamanho da criança), sorteio válido somente para o Brasil.

Mini-Pizza com a Mamãe, por Bella.

As Mamães que chegam em casa tarde do trabalho com os filhos de férias e cheios de energia é um grande desafio distraí-los!

Sempre recorro à Aula de Culinária, pois as comidas quando prontas, viram o próprio "jantar" e ainda sobra mais tempo para dar atenção para eles (e para os maridos também)!



















"Estávamos fazendo mini-pizzas e eu apontei o orégano para Isabella colocar em cima do queijo mussarela, então ela responde:

Mamãe não precisa colocar Córega na pizza, eu não gosto!!!"

BOAS FÉRIAS PARA TODOS E MUITA IMAGINAÇÃO EM JULHO! beijos Adri.

sexta-feira, 15 de julho de 2011

Sou uma Mãe-Palhaça, Matéria da Dra Chiclete no Jornal Em Sintonia, Julho de 2011.

Aqui vou mostrar minha " MELHOR FACE", a DRA. CHICLETE,

uma PALHAÇA-DOUTORA, que nasceu para espalhar AMOR e RISO!

O Palhaço tem a alma da CRIANÇA e o motivo da Dra Chiclete estar aqui é trazer para o Blog,

ALEGRIA, COMPAIXÃO, CARIDADE, LUZ e ainda mais AMOR!

Dra. Chiclete é uma Palhaça-Doutora, formada em Medicina do Riso,
com especialidade em Besteirologia
e PHD em Riso Frouxo.

A DRA. CHICLETE ESTREIA NESSE MÊS DE JULHO UMA COLUNA NO JORNAL EM SINTONIA



Sobre o Jornal:

O Jornal Em Sintonia é uma publicação mensal de 20.000 exemplares, da empresa Jornalística Mensaje e distribuído em 20 bairros da Zona Sul de São Paulo.

Confira aqui os bairros:(http://www.jornalemsintonia.com.br/area.htm).

Todos os meses postaremos aqui na Íntegra as matérias do Jornal.


Meu profundo agradecimento à Editora do Jornal, Déborah Copic, por esse convite.

Ela chegou até mim de forma inusitada, mas por SINTONIA e afinidade, me concedeu essa linda oportunidade de divulgar a grandeza do trabalho voluntário e a beleza da alma dos palhaços.

 Edição de Julho de 2.011, Jornal Em Sintonia.


Dra. Chiclete por Dra. Chiclete


Respeitáaaaaaaaaavel Públicooooooooooo é com muita honra e alegria que estreio essa coluna!


Eu, Dra. Chiclete, sou humanitária assim como esse Jornal e por estarmos Em Sintonia, recebi esse maravilhoso convite, ou melhor, um presente!


Irei falar aqui um pouco de vários assuntos: Voluntariado, Doação, Caridade, Amor, Alegria, Clowns, Risoterapia e, claro, muita Palhaçada.


Sou uma Palhaça-Doutora e para quem não me conhece vamos lá às apresentações:


Minha humana, Adriana Perazzelli, queria compartilhar um pouco de amor, solidariedade e alegria com aqueles que estão vivendo situações adversas.


Como ela sempre teve uma veia cômica, o universo conspirou para que ela encontrasse uma louca família de palhaços. Foi quando ela conheceu uma ONG com os mesmos propósitos e trabalho que buscava. Aí tudo começou...


Decidiu colocar a menor máscara do mundo, seu nariz vermelho e assim, nasceu a Dra. Chiclete, uma palhaça barulhenta, doce e grudenta, sim, isso mesmo...pois ela não desgruda de “suas crianças” como voluntária da ONG Presente de Alegria, que utiliza as técnicas desenvolvidas pelo Dr. Hunter Patch Adams, o criador de um método revolucionário de cuidar e humanizar os pacientes através da alegria e da amizade, e cujo grupo de voluntários realiza visitas em diversas instituições atendendo crianças, enfermos e idosos.


Visito um abrigo de crianças carentes com câncer e é lá que o melhor da “minha humana” e de mim própria se manifesta.


O palhaço pode tocar a fundo a alma de alguém, ele é desprovido de senso, de bloqueios, é puro e ingênuo, ele se aproxima da alma das crianças que vêem a vida com encantamento e diversão. Através do lúdico ele transforma dor em distração, resistência em toque, tristeza em felicidade, ele é o mago do amor.


A doação é a troca mais justa que existe, Sábio Jesus que nos ensinou: “Amar o próximo como a si mesmo.”


Não tem como alguém ser realmente feliz sem pensar no seu semelhante, fazemos parte da mesma história, da mesma família, do mesmo planeta e por isso o doar-se, cura a alma, cura o coração e cura o mundo.


Cada semente de amor plantada faz todo o Universo vibrar em outra freqüência e o verdadeiro milagre se faz, o amor transforma a dor.


Ahh... nem preciso dizer que eu, Dra. Chiclete, adoro rosa, rosa-chiclete, andar de mobilete, charrete, tenho uma tia que se chama Odete, pedi para o papai Noel um patinete, não resisto a um crepe suzette, mas o que eu mais gosto mesmo é de um confete!!!


Falando em Risoterapia, você já deu uma gargalhada hoje?
***********************************************


Link da página no site, visualizar em:


Edição anteriores, Edição de Julho, Capa e Matéria na página 11: http://www.jornalemsintonia.jor.br/Main.php?MagID=3&MagNo=17











quinta-feira, 14 de julho de 2011

Felipe Fumaça? por Henry.


Ana, além de ser a Mamãe dos lindos Gêmeos, Enzo e Henry, 02 aninhos é também Blogueira do  BLOG, A Mãe dos Gêmeos.

Leiam a Pérola que ela compartilhou conosco:

Henry

" Ana conta:
Papai, Henry e Enzo 02 aninhos, estavam assistindo a Corrida de Fórmula 1, com Galvão Bueno narrando, quando o Henry me solta: 
É Felipe Fumaça, pai?
O Pai não consegue nem responder de tanto que rir e pergunta pra ele novamente:

- Como que é o nome dele filho?
- Pai, não ria, não pode rir!

É Felipe Fumaça!!!! 






Henry, genial esse nome para o Felipe Massa! 

Enzo

Ana, muito obrigada por compartilhar essa alegria conosco e estamos sempre antenados no seu BLOG que é delicioso!
beijos na família e um especial para os Gêmeos, Henry e Enzo, Adri.




Teatro nos Parques em São Paulo.

PROGRAMAÇÃO DE JULHO, AINDA DÁ TEMPO! 
Dia 16
* Acuda Benedito
Local: Parque Shangrilá
Horário: 15h

* Peripécias
Local: Parque Raposo Tavares
Horário: 15h

* Ruas de Barros
Local: Parque Rodrigo de Gásperi
Horário: 15h

Dia 17

* Brasil, quem foi que te pariu?
Local: Parque do Trote
Horário: 11h

* Brigadeiro de Colher
Local: Parque Linear São José
Horário: 15h

* Gozolândia,uma Farsa Democrática
Local: Parque Cemucam
Horário: 15h

* Quixote
Local: Parque Raul Seixas
Horário: 15h

Dia 23

* Bang Bang A Pastelana
Local: Parque dos Espanhóis - Sorocaba
Horário: 16h


*Brasil, quem foi que te pariu?
Local: Parque do Carmo
Horário: 15h

* Brigadeiro de Colher
Local: Parque Guarapiranga
Horário: 15h

Dia 24
* Chapeuzinho Vermelho
Local: Bosque da Princesa - Pindamonhangaba
Horário: 15h

* Gigantes de ar
Local: Parque Ibirapuera
Horário: 15h

* Reprise
Local: Bosque Maia - Guarulhos
Horário: 14:30h



Maiores informações acesse o site do Teatro nos Parques.
TEATRO É CULTURA E ARTE, incentivem as crianças a apreciar, vale a pena! beijos Adri.

quarta-feira, 13 de julho de 2011

Entrevista Brilhante com Dr. Patch Hunter Adams.

Traremos uma série de Entrevistas Brilhantes e para estreiar:

Vamos conhecer um pouco do Dr. Hunter Patch Adams e ver como esse médico revolucionou o ambiente hospitalar, trazendo um pouco de alento para aqueles que tem dor, através uma projeto de humanização hospitalar com a terapia do Riso!!! Palmas para ele e que ele traga muitos risos aos corações dos que precisam!














Entrevista: Patch Adams

Doutor e Palhaço
O médico americano cuja vida virou filme, diz que o humor e a esperança são bons auxiliares no tratamento dos doentes.
Fonte: Rosana Zakabi/Revista Veja

Quem vê o médico americano Patch Adams com nariz de palhaço e cabelos coloridos pode achar que ele acabou de sair de um circo. É quase isso. Há três décadas, Adams transforma os quartos dos hospitais que visita em um verdadeiro picadeiro. Sua especialidade é animar pacientes com brincadeiras para reduzir o sofrimento deles. A vida de Adams foi retratada em 1998 no filme O Amor É Contagioso, com o ator Robin Williams no papel principal, e serviu de inspiração para o surgimento de vários grupos doutores da alegria, espalhados pelo mundo. O médico é autor de três livros, dois deles publicados no Brasil. Neles, Adams defende sentimentos como humor, compaixão, alegria e esperança no tratamento de pacientes e diz que o medo que os médicos têm de cometer erros destrói a relação médico-paciente. Aos 58 anos, Adams dirige o Instituto Gesundheit (Saúde, em alemão), nos Estados Unidos, que atende pacientes de graça. Também dá palestras e cursos em vários países. De Arlington, cidade onde mora com a mulher e dois filhos, Adams concedeu a seguinte entrevista a VEJA.


Veja – O filme O Amor É Contagioso mostra o senhor como um médico que se preocupa muito com os sentimentos dos pacientes. O senhor sempre foi assim?


Adams – Nem sempre. No fim da adolescência, não me preocupava com ninguém. Devido à morte de meu pai, ao suicídio de um tio muito querido e ao fim de um namoro, comecei a ficar obcecado pela idéia de morrer. Cheguei a tomar vinte aspirinas de uma só vez, tentei pular de um precipício. Até que um dia pedi a minha mãe que me internasse em um sanatório mental. Lá, conheci gente que estava tão pior que eu que fez minha dor parecer trivial. Eram pessoas que sempre viveram com raiva e desespero. Essa experiência me fez perceber quanto as emoções podem influenciar em nossa vida, seja de forma positiva ou negativa. A partir de então, comecei a dar mais importância aos sentimentos das pessoas.


Veja – Estudos mostram que emoções como o perdão, a alegria e a esperança podem acelerar o processo de cura. Mesmo assim, muitos médicos não se preocupam com isso. Por que eles são tão resistentes a essa idéia?


Adams – Os médicos tendem a esconder os sentimentos porque acham que ficarão vulneráveis se demonstrarem qualquer tipo de emoção. Antigamente existia o médico da família, que ia até a casa de seus pacientes, ouvia com atenção os problemas de cada um e conhecia cada integrante da família pelo nome. Hoje, o paciente é tratado como cliente de loja, que paga para obter o serviço. O amor passou a não ter espaço na área médica. Se o médico gasta tempo com amor, não tem retorno financeiro algum. Só ganha dinheiro se dá um remédio ao paciente ou faz alguma intervenção cirúrgica.


Veja – Em seu livro A Terapia do Amor, o senhor diz que os médicos, em sua maioria, se sentem como se fossem deuses.


Adams – Na verdade, é a sociedade que exige do médico que ele aja como se fosse um Deus. Espera-se que ele faça milagres e não erre nunca. Isso é impossível. Como todo ser humano, o médico pode errar. Essa idéia de que o médico tem de ser perfeito também prejudica a relação com o paciente. Faz com que este coloque toda a responsabilidade do que ocorre com ele nas mãos do médico. E isso é errado. O paciente é mais responsável pela própria recuperação do que o médico que o está tratando.


Veja – Como assim?


Adams – A maioria dos problemas de saúde ocorre por causa do estilo de vida inadequado do paciente, pelo sedentarismo e pela má alimentação. O médico geralmente só é procurado quando a doença já está em estágio avançado. O grande problema é acreditar que a medicina e a ciência têm a resposta para todos os nossos problemas. Não é verdade. Muitas vezes, a solução está em casa, nos pequenos hábitos do dia-a-dia.


Veja – Que conselhos o senhor daria para os médicos se tornarem melhores profissionais?


Adams – Medicina envolve relacionamento entre médico e paciente. Um bom médico é aquele que sabe cultivar essa relação por meio da troca de experiências, amizade, humor, confiança. Se existe desconfiança de um dos lados, essa relação vai por água abaixo. O grande problema da medicina é que os profissionais da saúde se sentem cobrados demais, acumulam várias funções e acham que não são devidamente recompensados por isso. A possibilidade de haver processos contra erros apavora os médicos, e a desconfiança destrói a relação médico-paciente.


Veja – Qual é o papel dos pacientes nessa relação médico-paciente?


Adams – O paciente precisa ter um sentimento amável e verdadeiro em relação a si mesmo. Não há nada pior que um comportamento autodestrutivo no processo de recuperação. É necessário ser um paciente paciente. A medicina não é como um sistema fast food, em que todas as necessidades são rapidamente resolvidas. Por isso, é importante escolher bem o médico, porque é preciso ter confiança nele. O médico demora muito para atender? Peça a ele que agende menos consultas. O paciente tem esse direito.


Veja – Qual é a importância da fé na cura de um paciente?


Adams – Em muitos casos, é mais importante que qualquer pílula ou intervenção cirúrgica. O paciente com fé tem uma capacidade maior de entrega, o que lhe traz conforto em todas as situações. Isso também vale para os familiares de doentes terminais. Quando comecei a trabalhar como plantonista em hospitais, descobri que as famílias que seguiam alguma religião se sentiam mais calmas quando rezavam do que quando tomavam algum tranqüilizante. A partir daí, procurei sempre descobrir se os familiares do paciente seguiam alguma religião. Em muitos casos, até rezava com eles.


Veja – Em sua opinião, é necessário seguir alguma religião para ter fé?


Adams – De forma alguma. Eu, por exemplo, tenho fé, mas não sigo nenhuma religião. A religião é uma instituição, e a espiritualidade é amor e ação. Eu acredito mais na espiritualidade.


Veja – O senhor acredita em Deus?


Adams – Não. Eu acredito na serventia do amor para todas as pessoas.


Veja – Em seus livros, o senhor diz que as pessoas não deveriam ter medo da morte. Pelo contrário, poderiam fazer dela uma diversão. Mas lidar com a morte quase nunca é fácil. Como é possível lidar com a morte com menos sofrimento?


Adams – Na vida, temos de fazer escolhas. Se não há como mudar o rumo dos acontecimentos, podemos optar por vivenciar cada momento de uma forma alegre, agradecendo por tudo de bom que tivemos durante a vida, por nossa família e nossos amigos. Ou, então, achar que a vida não valeu nada, ver só o lado negativo das coisas, esquecer tudo de bom que nos aconteceu até hoje e morrer de forma miserável. Morrer é uma das poucas coisas que ocorrem com todo mundo, mas quase ninguém suporta pensar nisso. O que estou sugerindo é que a morte não precisa ser exatamente uma experiência horrenda.


Veja – Não é difícil fazer palhaçadas para um paciente que vai morrer no dia seguinte?


Adams – Não, porque é o próprio paciente que opta por isso. Eu sempre pergunto: "O que você quer? Você quer ser miserável ou você gostaria de se divertir e ter momentos de alegria?" Se ele quer se sentir miserável no leito de morte, que seja miserável. Se ele não quer ser miserável, nós podemos brincar e rir com ele. É gratificante poder fazer algo de positivo para os pacientes, mesmo os terminais.


Veja – Nos hospitais, é mais fácil fazer brincadeiras com crianças que com adultos?


Adams – Isso varia muito de um paciente para outro, mas em geral as crianças são mais fáceis de lidar, porque, diferentemente dos adultos, elas não param para pensar e refletir sobre o que fazemos. Apenas vivenciam a experiência.


Veja – As escolas de medicina reconhecem hoje a eficiência de sua forma de tratar os pacientes?


Adams – Eu acho que a maioria não dá importância a isso. Grande parte dos médicos, infelizmente, ainda está mais preocupada em garantir seu salário no fim do mês. Eles não gostam da roupa que usam, não gostam de seus pacientes.


Veja – Suas idéias, que não eram aceitas no passado, são divulgadas hoje na maioria dos livros de auto-ajuda. O senhor considera isso uma vitória?


Adams – A verdade é que não criei nada disso. Tudo o que digo já era falado ao longo dos séculos. Palavras de solidariedade, de conforto, conselhos a quem se ama sempre foram passados de mãe para filho, de avó para neto desde que o mundo é mundo. O fato é que as pessoas só começaram a se interessar mais por isso recentemente.


Veja – O senhor costuma dizer que é mais palhaço do que médico. Por quê?


Adams – Porque, como médico, só posso tratar os pacientes quando eles têm algum problema de saúde. Já como palhaço posso alegrar as pessoas em qualquer lugar e a qualquer hora, independentemente de estarem elas doentes ou não. Além disso, ser palhaço é mais divertido.


Veja – O que o senhor achou do filme sobre sua vida?


Adams – Eu gostei do filme, mas achei que poderia ter tido mais emoção, ter sido menos morno.


Veja – Por quê?


Adams – Bem, porque o diretor não teve muita imaginação...


Veja – E da atuação de Robin Williams, o senhor gostou?


Adams – Sim, ele é uma excelente pessoa e um ótimo ator. Ele fez um trabalho fabuloso, todos os meus amigos acharam que ele conseguiu passar a minha essência de forma correta.


Veja – Há semelhanças entre o senhor e Robin Williams?


Adams – Nós somos parecidos em muitas coisas. Ele é muito generoso, tem compaixão pelas pessoas e é muito divertido. Mas também temos algumas diferenças de personalidade.


Veja – Que diferenças?


Adams – Ele é muito mais tímido que eu.


Veja – O filme mudou sua vida?


Adams – Mudou minha vida para sempre. O que não consegui arrecadar em três décadas para a construção do hospital do Instituto Gesundheit obtive em seis semanas. Mas continuei e continuo sendo a mesma pessoa de antes.


Veja – Então, o filme foi positivo para o senhor.


Adams – Ah, sim, sem dúvida. O filme rodou o mundo e fez com que as pessoas conhecessem meu trabalho. Em vários lugares, mesmo os que eu já havia visitado antes, as coisas se tornaram mais fáceis. Consigo falar com as pessoas mais rápido, elas sempre atendem aos meus telefonemas.


Veja – O senhor conhece os Doutores da Alegria do Brasil?


Adams – Sim, encontrei alguns palhaços que fazem um trabalho semelhante ao meu quando estive no Brasil, há alguns anos.


Veja – E o senhor gostou do trabalho deles?


Adams – Sim, muito. São bons colegas de profissão.


Veja – Seu nome verdadeiro é Hunter. Como surgiu o Patch?


Adams – Hunter é meu nome legal. Nem me lembro mais de como surgiu o Patch, foi há quarenta anos, já faz parte de mim. Como surgiu não tem mais importância.


Veja – Há algum sonho que o senhor ainda não realizou e gostaria que se concretizasse?


Adams – A paz mundial. Não haver mais crianças de rua. Ver as pessoas se ajudando mutualmente, todas as famílias se auto-sustentando. Tudo isso são sonhos. Pode parecer utópico, mas acredito que seja possível. É por isso que faço o que faço. Eu trabalho o tempo todo para concretizar meus sonhos. É por essa razão que estou concedendo esta entrevista. Se eu não acreditasse, não faria nada disso.

http://www.patchadams.org.br/

Dica de passeio, Parques de São Paulo.

Saiu um solzinho, São Paulo oferece lindos Parques,
cheio de Natureza e Diversão para os pequenos nas Férias:


 Parque Alfredo Volpi
R. Engenheiro Oscar Americano, 480
Morumbi
(11) 3031-7052
Abre: Terça à Domingo, das 9:00hs às 18:00hs.




 Parque Villa-Lobos
Av. Professor Fonseca Rodrigues, 1655
Alto de Pinheiros
(11) 3023-0316
Abre: das 7:00hs às 18:00hs.



 
    Parque Burle Marx
Av. D. Helena Pereira Morais, 200
Morumbi
(11) 3746-7631
Abre: das 7:00hs às 19:00h.





 Parque da Independência
Av. Nazaré, s/n
Ipiranga
(11) 2273-7250
Abre: Terça à Domingo, das 9:00hs às 17:00 hs.






 Parque Estadual da Cantareira
R. do Horto, 931
Horto
Fone: (11) 2203-0115
Abre: Sábados, Domingos e Feriados das 8:30hs às 17:00hs.





 Parque da Água Branca
Av. Francisco Matarazzo, 455
Água Funda - Metrô Barra Funda
Fone: (11) 3865-4130
Abre: Todos os dias das 06:00hs às 22:00hs.





Parque do Ibirapuera
Avenida Pedro Álvares Cabral, s/n - Ibirapuera
Fone: (11) 5574-5177
Consultar horários de todas as atrações no site:






   Parque da Aclimação
Rua Muniz de Souza, 1.119 - Aclimação
Fone: (11) 3208-4042
Abre: Segunda à Domingo, das 5:00hs às 20:00hs





Parque do Jaraguá
Estrada Turística do Jaraguá, 651
Fone: (11) 3941-2162
Abre: Todos os dias das 07:00hs às 17:00hs.




Parque Ecológico do Tietê
R. Guiara Acarangatá, 70
Metrô Tietê
Fone: (11) 6958-1477
Abre: Segunda à Dominfo das 08:00hs às 17:00hs.








Bom passeio e nos contem como foi!!!
beijos Adri.