sexta-feira, 4 de maio de 2012

Adote um Gatinho, é bom demais!


Fez um ano que adotamos nossos dois gatinhos,
Marie e Nero.

Quando adotei não podia imaginar como seríamos felizes com eles em nossa casa.
Os animais diariamente e insistentemente nos ensinam sobre pureza, sobre dar sem receber, desapego, sobre amizade e amor.

Além disso são excelentes companheiros para as crianças,
conforme texto abaixo extraído do site da Prefeitura de São Paulo.

"Os benefícios de se ter animais

Existem vários estudos hoje que comprovam que os animais domésticos podem ajudar como apoio na prevenção de algumas doenças ou minimizar os efeitos das já instaladas.

Os animais ajudam na manutenção de famílias saudáveis, porque minimizam a tristeza, a depressão, a solidão, amparam em momentos de doença, morte de amigos e parentes, em crises familiares, divórcio.
Contribuem no desenvolvimento de crianças no sentido cognitivo e social-emocional,
no despertar da auto-estima, ajuda a criança a desenvolver responsabilidade e empatia.
Os animais domésticos fazem as crianças se sentirem aceitas incondicionalmente, em situações quando os companheiros julgam e podem criticar.
Como facilitador social, os animais de estimação favorecem a interação com pessoas desconhecidas, a confiança e amizades.

Cães e gatos podem ser redutores de estresse e fazem companhia, o que influencia positivamente na saúde humana, melhorando a pressão sanguínea, diminuindo os riscos de doença cardiovascular.
Fornecem apoio em períodos de transição da vida como casamento, mudança de casa, de carreira, de cidade, nascimento de uma criança.
Fornecem suporte para pessoas com deficiências de motricidade e de audição, reduzindo o sentimento de solidão, aumentando a assertividade, a sensação de independência.


Os animais também servem de suporte para deficientes mentais, autistas, portadores de Alzheimer, idosos, melhorando a qualidade de vida, ajudando a reduzir o sentimento de isolamento, solidão e estresse, aumentando a motivação e facilitando atividades saudáveis como andar, brincar e se relacionar.
Contribuem também como suporte em terapias como nas prisões, escolas e enfermarias.
Os terapeutas têm usado animais para uma variedade de propósitos de tratamento clínico, ensinando novas habilidades como andar, falar e implementar comportamentos sociais apropriados."


 ADOTE ESSA IDEIA, A NATUREZA AGRADECE!

Na ONG Adote um Gatinho (AUG)
tem muitos deles por lá precisando de um lar e muito amor.