segunda-feira, 7 de maio de 2012

Os benefícios das Artes Marciais para crianças ou adultos, por Mestre Fernando Lopes.



Primeiramente agradeço a oportunidade;
e aproveito também para dizer que admiro a sua iniciativa de divulgar e apoiar o meu projeto.
Pois, se cada um se doar um pouco, todos ganharão um futuro melhor.

OS BENEFÍCIOS DAS ARTES MARCIAIS PARA CRIANÇAS, OU ADULTOS.


Uma das qualidades que o praticante tem que ter em sua essência para fazer parte desta família, é a disciplina. Com ela adquirimos o foco, a determinação e o controle.
Critérios de grande valia para o seguidor da prática.

Eu costumo comparar a arte marcial à vida que levamos fora dos tatames, pois de nada vale um excelente lutador se os princípios não o acompanham nas atitudes diárias.

O significado da palavra “sensei”, como são chamados os professores de artes marciais, é “quem viveu antes”.
Portanto, àquele que traz mais experiência, e quem pode julgar o momento e a graduação correta para o aprendiz da arte.
Evolução técnica, dedicação, disciplina, inteligência, e boa conduta (dentro e fora do tatame), são critérios valiosíssimos para cada mestre avaliar seu aluno.
Para entender melhor o que é o ensinamento da luta, independente da idade, é preciso entender que além de ser uma arte milenar japonesa, é também uma forma de ensinar às pessoas a grande diferença entre violência e compromisso.
No tatame eu ensino o quanto estar comprometido com aquele propósito ajuda aquela pessoa e se tornar mais equilibrada em variáveis questões da sua personalidade, e no dia-a-dia.
Em momento nenhum é tolerável que o aluno use a técnica ensinada nas ruas, ou em qualquer outra possibilidade violenta.
Assim que o tal vai se graduando, usando o método de cores pelas faixas amarradas ao kimono, ele também conquista seu espaço perante os de menor graduação, servindo de exemplo e notoriedade, não só aos praticantes como perante a sociedade.
E é de uma valiosíssima responsabilidade para a arte marcial, pois durante a sua trajetória lhe foram colocados testes e obstáculos para que ele pudesse ser seu próprio exemplo de superação, adquirindo sabedoria física e mental.
Portanto, ensinar o Jiu-Jitsu não é apenas ganho de massa muscular, boa coordenação motora, ou ganho de premiações e troféus.
É ensinar que o ser humano é capaz de ser treinado com inteligência para, com disciplina e foco, alcançar seus propósitos com qualidade de vida.
Pois luta não é briga, é esporte.
Oss!

Mestre Fernando Lopes, “Fêpa”.
Atual Presidente da Federação Paulista de MMA
(e pai de duas crianças lindas!)
Pedra 90 - Clube Escola
Rua Rodes, 112
Campo Belo-SP.

Veja também a matéria da Academia Pedra 90, participando do Prêmio Generosidade:

http://criancasdasestrelas.blogspot.com.br/2011/11/jiu-jistu-do-bem-academia-pedra-90-e.html

Fêpa, muito obrigada pela sua linda matéria!
Conheço toda sua trajetória e sou testemunha da sua dedicação, da sua honra e sua garra tanto na vida quanto na luta pelo bom esporte.
Nós desejamos todo sucesso do mundo à você,
beijos Adri.