quinta-feira, 16 de agosto de 2012

O poder do toque, por Dra. Chiclete.


Texto da Edição de Agosto de 2012
do Jornal Em Sintonia

“Certo dia um idoso se negou a sorrir.


Dei cambalhota, contei piada e não sabia mais como agir.


- Eis que, lembrei-me de dar um abraço apertado.


Do idoso, mesmo calado vi uma lágrima surgir.”



O palhaço é aquele que faz piada, encanta e ao final sempre arranca uma gargalhada? Nem sempre.

O Palhaço-doutor visita pessoas em situações adversas, diferente do circo
onde a alegria já e o tema do dia. E quantas vezes em nossas vidas nos deparamos com alguma pessoa incapaz de sorrir ou se alegrar.

Num primeiro momento isto é extremamente embaraçador e nem sempre as palavras são eficazes ou capazes de contornar essas situações.

Por isso, antes de prosseguir recomenda-se um longo abraço.

O toque já foi objeto de muito estudo; e é o primeiro sentido que se desenvolve e continua ativo ainda que a visão e a audição começam a desaparecer.

Ele também é essencial para o conforto e a autoestima, afinal começa no útero essa percepção sensorial e por conta disso, se dá nossa forte ligação emocional com o contato físico.

O tato é o sentido que divide nosso corpo físico do emocional e para que ocorra um equilíbrio entre nossa razão e emoção é através dele que construímos essa ponte de conforto.

Quem resiste a um abraço apertado e demorado?

Se não está conseguindo ver muito sorrisos por onde passa e não tem um nariz de palhaço na bolsa; já sabe a solução e aviso que não tem contraindicação:

Se aproxime lentamente, diga palavras generosas e não hesite em dar aquele abraço sincero, que você será igualmente beneficiado pela troca de energia e afeto que se estabelece com esse toque.

Deixe suas células felizes, ao serem tocadas. Faça automassagem nos seus pés, faça carinho diariamente nos seus filhos e pais.

Com uma boa dose de amor e um toque suave, mais pessoas felizes e saudáveis deixará pelo caminho.

Dra. Chiclete
Palhaça-Doutora da Ong Presente de Alegria,
Formada em Medicina do Riso,
Com Especialiade em Besteirologia e
PHD em Riso Frouxo