segunda-feira, 22 de outubro de 2012

Crônicas de uma Mãe-Coruja, Um pedido para a estrela cadente.


O céu estava super estrelado eu e a minha filha Isabella estávamos olhando as estrelas quando ela falou:

Bella: - Mamãe, lembra aquele dia quando você me falou para fazer um pedido para a estrela cadente? Eu fiz e ele ainda não se realizou!

- O que você pediu?

Bella  diz triste: - Para não ter mais ladrão no mundo!

- Você tem razão filha, dessa vez ele não se realizou e este pedido está mesmo difícil para a estrelinha realizar.

- Vamos pedir então para que ela nos proteja dos ladrões!

E ela continuou olhando para o céu...


Numa dessas noitas lindas quando olhávamos para cima puder ver uma estrela cadente, e isso é raro acontecer em São Paulo.

Fiquei tão feliz e contei para minha filha que quando aparece uma estrela cadente temos que fazer um pedido para ela, e que eu fazia isso desde criança!

Não pensei que o pedido dela seria esse, porque ela me falou que era segredo o seu pedido para a estrelinha.

Até a pureza infantil nos dias de hoje está sendo ofuscada pelas mazelas dos tempos modernos, pela violência urbana e pelo caos das nossas rotinas.

Como pode? Tão pequena e não ter pensado em pedir uma bicicleta, um jogo, uma boneca nova, ela pediu para a estrela o que talvez nós mais precisamos -
De um pouco de paz.

E hoje mesmo sem ter visto nenhuma estrela cadente, continuo a olhar para o céu com um único pedido:

Não deixem desaparecer a esperança no coração das nossas crianças, prometo que vou tentar me lembrar dela também,
A ESPERANÇA!