quinta-feira, 18 de outubro de 2012

RIR É O MELHOR REMÉDIO, por Adriana Perazelli


Sou Colunista da Editora Cuca Maluca Produções

E o texto dessa semana fala sobre como o riso pode deixar nossas vidas melhores.

Link do texto:

RIR É O MEHOR REMÉDIO

Estudos já comprovaram que rir é o melhor remédio. E essa frase é do meu ídolo palhaço, médico, ou melhor, o Palhaço-Doutor - Dr. Patch Hunter Adams.

Quem não o conhece existe um filme maravilhoso estrelado por Robin Williams e chamado Patch Adams - O amor é contagioso.

Um dos filmes mais lindos que já vi, e inspiração para iniciar meu trabalho como Palhaça-Doutora, pois não há nada mais lindo que fazer alguém com dor sorrir. E principalmente pela mensagem, fotografia e ver que ainda existem exemplos dignos de compaixão no mundo, já que a história é baseada na vida real do Dr. Patch Adams!

Uma boa gargalhada pode reduzir a sensação de dor ela tem ação analgésica devido à liberação de endorfinas em nosso organismo.

Mas veja bem, não estou falando daquele risinho amarelado de canto de boca, falamos daquela gargalhada de estufar as veias, de ficar rosado e de fazer doer barriga.

A turma da Cuca Maluca é fera nisso, você já reparou no sorriso de todos personagens? Então, é disso que estou falando, vamos colocar aquele sorriso lindo no rosto e se a vida às vezes nos rouba nossos risos, tenho um bom antídoto: As crianças!

Já percebeu como a criança tem riso fácil, eles se divertem com o mais simples, com o inusitado, com as surpresas, com o diferente, com o esquisito. Elas são verdadeiras mestras do riso.

Se rir dos pastelões está difícil, segure na mão de uma criança deixa-a te levar que logo você vai se pegar rindo e reencontrando sua criança interior perdida ( umas boas cócegas ajuda em casos extremos).

Se nada disso funcionar, vamos tomar um café juntos, coloco meu nariz e garanto que você vai dar boas gargalhadas.

Esse é um dos únicos segredos da felicidade, rir de nada e de si mesmo.

Aproveitem porque a vida é efêmera e rir é sempre o melhor remédio!

Uma beijoca na ponta do nariz e até a próxima semana,

Adriana Perazelli